PLACAR

Gauff vence a primeira e tenta corrigir problemas no saque

Foto: WTA

Roma (Itália) – Com uma partida bastante segura nesta quinta-feira, Coco Gauff estreou com vitória no WTA 1000 de Roma. A atual número 3 do mundo superou a polonesa Magdalena Frech, 55ª do ranking, por duplo 6/3 em 1h28 de partida.

Finalista de Roland Garros em 2022, Gauff vem de duas campanhas modestas no início da temporada de saibro, quartas em Stuttgart, onde venceu apenas um jogo, e oitavas em Madri. Em Roma, seu melhor resultado é a semifinal de 2021.

Novamente trabalhando com uma dupla de treinadores, Brad Gilbert e Jean-Cristophe Faurel, Gauff tenta corrigir os problemas recorrentes de seu saque. A norte-americana se lembra da recente derrota para Madison Keys em Madri, quando fez 14 duplas faltas, além de outros jogos que ela até venceu, mas teve dificuldades nos games de serviço.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Sinto que as outras partes do meu jogo estão melhorando na direção certa. Então, se eu conseguir resolver isso, vai me ajudar a fazer uma boa preparação para Roland Garros”, avaliou Gauff. “Fora isso, sinto que estou devolvendo bem e usando bons golpes do fundo de quadra. Se conseguir fazer melhorar o saque, posso me sair bem”.

“Na semana passada, eu fiz 14 faltas duplas. Maddie [Keys] é uma jogadora de ponta. Então se eu consertar esse detalhe, isso vai me salvar, e talvez essas partidas se transformem em vitórias”, complementou a jovem jogadora de 20 anos e atual campeã do US Open.

Durante a estreia em Roma, Gauff fez 28 winners e 25 erros não-forçados. Nove desses erros foram em duplas faltas. Por ser uma jogadora de grande capacidade defensiva, só permitiu a Frech fazer 13 winners. A norte-americana agora enfrenta a romena Jaqueline Cristian, 68ª do ranking, que precisou de 2h50 para vencer a russa Elina Avanesyan por 5/7, 6/2 e 6/2.

Outra romena a vencer na rodada foi a experiente Sorana Cirstea, de 34 anos e atual 32ª do ranking. Ela superou a jovem tcheca de 17 anos Brenda Fruhvirtova, 102ª colocada, com parciais 7/5 e 6/0. Cirstea pode enfrentar a compatriota Ana Bogdan ou a tcheca Marketa Vondrousova, campeã de Wimbledon e número 6 do mundo.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
18 dias atrás

Torcendo pela sorana

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE