PLACAR

Gauff sobrevive a 17 duplas faltas e avança à semi

Foto: Kathryn Riley/BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – Até mesmo num dia de muitas dificuldades com o saque, Coco Gauff conseguiu vencer mais uma no WTA 1000 de Indian Wells e garantiu vaga na semifinal do torneio. A número 3 do mundo superou a chinesa Yue Yuan, 49ª do ranking, por 6/4 e 6/3 em 1h34 de partida nesta quinta-feira.

Gauff terminou o jogo com 7 aces e 17 duplas faltas. Ela acabou enfrentando 10 break-points e sofreu três quebras, mas conseguiu quebrar cinco vezes o serviço da rival chinesa. Ela liderou a contagem de winners por 27 a 11 e cometeu 30 erros não-forçados contra 24 de Yuan.

“Feliz por ter conseguido vencer hoje. Honestamente, no geral eu joguei bem, exceto pelo saque”, comentou a norte-americana na entrevista em quadra. “Eu estava batendo bem na bola, sendo agressiva e quando coloquei o saque na quadra, venci a maioria dos pontos”.

Depois de completar 20 anos na última quarta-feira, Gauff já faz sua melhor campanha em Indian Wells, superando as quartas de final do ano passado. Ela pode enfrentar a grega Maria Sakkari, número 9 do mundo, ou a compatriota Emma Navarro, 23ª colcoada.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já a chinesa Yuan fez sua melhor campanha em um WTA 1000 e eliminou grandes nomes como Qinwen Zheng e Daria Kasatkina. A jogadora de 25 anos vinha de nove vitórias seguidas no circuito e de seu primeiro título no circuito em Auckland e entrará no top 40 do ranking mundial.

Durante o primeiro set, Gauff fez 4 aces e 9 duplas faltas. A norte-americana enfrentou games longos no saque e chegou a liderar por 5/2, mas perdeu a primeira chance de sacar para o set. Mas logo depois, voltou a quebrar o serviço da chinesa. Ela fez 12 a 2 em winners na parcial.

Já no segundo set, Yuan abriu por 3/1 e teve mais três chances de colocar mais uma quebra de vantagem, mas não as aproveitou. Gauff confirmou o serviço e buscou o empate na sequência. A norte-americana ganhou mais confiança no saque, passou a vencer seus games de forma mais tranquila e voltou a quebrar para chegar à vitória.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Felipe
Felipe
4 meses atrás

Que jogo ridículo!!!
17 duplas faltas em um jogo. ( Estamos falando de uma atleta top 10. #Vergonha

Refaelov
Refaelov
4 meses atrás
Responder para  Felipe

A mina uma top 4 consegue fazer um jogo melhor de 3 fzd 17 fucking duplas faltas e dae se vc fala um ai do nivel do tênis feminino já vem os xiitas acusar o cara de preconceito..

Flávio
Flávio
4 meses atrás
Responder para  Refaelov

Pois é Refaelov é complicado isso, pois essa gente vive em outro planeta que são os adeptos da Sakkari como um tal bola ora Ricardo, o cara acha que falar a verdade da atleta é misoginia que não tem nada a ver, ele vive em outro planeta que não seja a terra.

Flávio
Flávio
4 meses atrás
Responder para  Felipe

Felipe concordo, é uma top 5 e cometer 17 duplas faltas é absurdo e esta na hora do seu técnico chamar a sua atenção, agora se ela não abrir os olhos pode passar uma vergonha porque a próxima adversária é a Sakkari e se perder para a grega que é uma tenista inferior vai abaixar seu ânimo, infelizmente eu sempre falo aqui que o tênis feminino atual é limitadíssimo, pois a número 1 não sabe usar slice e nem curtas, a número 2 e 3 cometem uma média de 15 duplas faltas por jogo aí não tem como evitar as críticas ao atual tênis feminino, infelizmente.

Ramiro Cora
Ramiro Cora
4 meses atrás

no cumprimento final na rede, alguma coisa legal deve ter dito a Gauf pra Yuan (porque Yuan abriu o sorriso imediatamente)… o que será que falou?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE