PLACAR

Garcia aproveita raro Natal em família e faz reflexão

Foto: Reprodução/Instagram

Abu Dhabi (EAU) – A vida de tenista muitas vezes não é fácil, e isso fica ainda mais evidente nesta época do ano. Com poucos períodos de descanso ao longo da temporada devido ao intenso e extenso calendário, a maioria dos jogadores da elite costuma passar as festas de fim de ano longe da família. Afinal, já nesta semana começa a United Cup, na Austrália, dando início à gira de torneios na Oceania.

No entanto, em meio aos treinamentos e compromissos desta fase final de pré-temporada, a francesa Caroline Garcia teve a rara oportunidade de comemorar o Natal com seus pais, em Abu Dhabi, onde disputou nos últimos dias a World Tennis League. Reconhecendo a dificuldade de ter esses momentos em família, principalmente no fim de dezembro, ela fez um post nas redes sociais exaltando a chance de passar um tempo com seus entes queridos.

“As celebrações do Natal no tênis nem sempre são fáceis. Tenho a oportunidade este ano de passá-lo com meus pais. Meu coração está cheio de amor pela minha família, com a qual não consigo compartilhar muito tempo”, escreveu a francesa de 30 anos e atual número 20 do mundo.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Victor Martins
6 meses atrás

Cara na boa, existe situações de trabalho que realmente vc não consegue passar com suas famílias. Mas esses jogadores de elite, não tem a obrigação de jogar esses torneios caça níqueis. Eles já ganham muito dinheiro o ano inteiro, e mesmo assim jogam esses torneios preparatórios. Podendo passar esse tempo de final de ano com a família. São momentos que não voltam mais, tem que aproveitar os pais enquanto estão vivos. Vale ressaltar, estou falando desses jogadores que já ganham muito dinheiro o ano todo. Aí eu pergunto, vale a pena ganhar um pouco mais de dinheiro, do que passar um tempo com a família? Enfim, minha opinião.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
6 meses atrás

Talvez esses compromissos sejam obrigatórios, firmados em contrato com patrocinadores e aí não tem como fugir.

Ubiratan (Black)
6 meses atrás

Que privilégio!
Bem! Quanto a poder escolher, tirando esses de exibição, dia 1o. já começam torneios que são importantes de participar de pelo menos 1 nessas duas semanas antes do AO. E aí já costumam viajar no início dessa. Passar fim de ano em casa já fica impossível e Natal fica apertado. Bia, Iga, Djoko e tantos outros já começam neste ano na UC.
Independente dos torneios de exibição, o calendário é muito exigente e praticamente por quase o ano todo.
Torneio durante o Ano Novo ou já no dia 1o. é sem condições!!! Precisava empurrar toda essa agenda na Austrália uma semana pra frente pelo menos. Mas tão esticando alguns torneios de 1000, aí que ficará faltando espaço para rearranjar na frente. E cada lugar já tem sua semana certa de torneio com seus negócio$.
Quando acharem conveniente $, vão colocar mais torneios pros tops em novembro e dezembro.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE