PLACAR

Fritz sofre dura derrota e vê o Finals ficar mais longe

Foto: Antonio Vasquez/Swiss Indoors Basel

Basileia (Suíça) – Nono colocado na corrida para o ATP Finals e primeiro fora da zona de classificação, o norte-americano Taylor Fritz viu a vaga para Turim ficar um pouco mais distante após uma sofrida derrota em três tiebreaks para o quali russo Alexander Shevchenko, que bateu o cabeça de chave 3 do ATP 500 da Basileia de virada, com o placar final de 6/7 (7-9), 7/6 (8-6) e 7/6 (7-5), após 2h57 de jogo.

Apesar das 63 bolas vencedoras e dos 22 aces, vencendo 70% dos pontos de saque, Fritz pecou nos pontos importantes, não conseguindo converter sequer um dos 15 break-points que teve a seu favor. Do outro lado, Shevchenko terminou com 40 winners e 68% de aproveitamento com o saque, deixando escapar as três chances de quebra que teve, mas venceu dois dos três desempates e avançou.

Nas quartas de final o russo, que na estreia já havia derrubado o suíço Stan Wawrinka, terá pela frente o vencedor da partida entre o holandês Botic van de Zandschulp, que assim como ele também veio do quali, e o canadense Felix Auger-Aliassime.

Fritz não foi o único que sonhava com o Finals a cair nesta quinta-feira na Basileia. O australiano Alex de Minaur seguiu o mesmo caminho, caiu diante do holandês Tallon Griekspoor com parciais de 6/4 e 6/3 e ficou pior do que o norte-americano, uma vez que precisava descontar muitos pontos para sair do 13º lugar na corrida e chegar mais perto dos oito primeiros.

Algoz do australiano, Griekspoor terá pela frente, nas quartas de final, o polonês Hubert Hurkacz, outro que briga pelas últimas três vagas em Turim e que pode sair dentro da zona de classificação se for campeão nesta semana.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE