PLACAR

Fritz derruba Dimitrov e vai às quartas pela 50ª vez na ATP

Foto: Giampiero Sposito

Roma (Itália) – O norte-americano Taylor Fritz vem se mostrando cada vez mais adaptado ao saibro. Nesta terça-feira, ele obteve uma grande vitória no Masters 1000 de Roma. Enfrentando o búlgaro Grigor Dimitrov, o atual número 13 do mundo batalhou por 2h42 minutos para triunfar em três sets, com o placar final de 6/2, 6/7 (11-13) e 6/1.

Classificado para as quartas de final de um torneio ATP pela 50ª vez na carreira, Fritz enfrentará o vencedor da partida entre o alemão Alexander Zverev e o português Nuno Borges. O norte-americano já encarou Zverev sete vezes, nenhuma delas no saibro, com três vitórias e quatro derrotas, e levou a melhor na única vez que cruzou com Borges no circuito.

O norte-americano largou bem na partida, converteu dois dois seis break-points que teve no primeiro set e salvou os sete que enfrentou. Porém, a segunda parcial não teve quebras e foi decidida no tiebreak. “Para ser sincero, sinto que normalmente nessas situações ficaria muito mais tenso e nervoso, mas sinceramente me senti bastante calmo”, disse Fritz, quando questionado sobre o desempate de 24 pontos.

“Acho que foi difícil porque o sol se moveu lentamente durante toda a partida e logo no desempate foi a primeira vez que me senti mal naquele lado. Então cometi a dupla falta”, lamentou o norte-americano, que lidou bem com o match-point perdido e foi firme na terceira e decisiva parcial, cedendo apenas um game a Dimitrov.

“Tive uma oportunidade muito boa na devolução do segundo saque, match point, e ele acertou no meu corpo e um pouco mais devagar que antes. Eu apenas percebi um pouco mais cedo tentando sair do caminho. Seria fácil ficar pensando nisso durante todo o terceiro set, mas fiz um ótimo trabalho simplesmente deixei para trás”, acrescentou Fritz.,

Consistente apesar da agressividade, o norte-americano terminou a partida com 10 bolas vencedoras a menos (27 a 37), mas compensou com três vezes menos erros não forçados, cometendo apenas 9 contra 31 de Dimitrov. O saque de Fritz também fez efeito, com 13 aces, apenas uma dupla falta e 72% de aproveitamento, enquanto o búlgaro venceu 60% dos pontos com o serviço.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
7 dias atrás

Fritz indo relativamente bem no saibro. Fará sua 11º quartas de final em Master 1000 na carreira, a 1º em Roma. E com isso, só falta Canadá e Shangai para fechar quartas em todo os Masters atuais.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE