PLACAR

Fonseca leva virada e já não há mais brasileiros no DF

Foto: Luiz Cândido/CBT

Brasília (DF) – Depois de uma grande vitória na estreia, batendo o cabeça de chave 4, o norte-americano Aleksandar Kovacevic, o jovem carioca João Fonseca não conseguiu embalar no challenger de Brasília e se despediu do torneio nesta quinta-feira, superado pelo argentino Roman Burruchaga de virada, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/4, em 1h48 de confronto.

Atual 211 do mundo, o argentino de 21 anos terá pela frente, nas quartas de final o norte-americano Tristan Boyer, que na estreia bateu o oitavo favorito Guido Andreozzi e na segunda rodada derrotou mais um argentino, desta vez Renzo Olivo, contra quem anotou placar final de 6/1 e 6/4. Será a primeira vez que os dois medirão forças pelo circuito.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Fonseca começou melhor, anotou uma quebra logo no segundo game e salvou dois break-points no terceiro para abrir 3/0. Burruchaga até buscou o empate e marcou 4/4, mas o carioca de 17 anos obteve novo break no décimo e último game. Na segunda parcial, foi o argentino que saiu na frente, venceu os dois primeiros games e depois administrou a vantagem para empatar.

A história se repetiu no terceiro e decisivo set, em que Burruchaga abriu 2/0 e seguiu na frente até o final, sem ceder uma chance de quebra sequer para Fonseca, que era o último brasileiro ainda vivo na chave de simples, já que pouco antes o paulista Mateus Alves se despediu do torneio com uma derrota para o quali chileno Alejandro Tabilo.

Em duelo de dois tenistas vindos do quali, o lucky-loser brasileiro, que entrou no lugar do cearense Thiago Monteiro, levou a pior e foi superado por Tabilo com duplo 6/4 anotado em 1h25 de jogo. Nas quartas, o chileno terá pela frente o vencedor da partida entre o monegasco Valentin Vacherot e o australiano Bernard Tomic

36 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
LuizStipp92
LuizStipp92
3 meses atrás

Placar final do Challenger de Brasília: Argentina 5X0 Brasil. Que fase interminável!

Marcelo Scotton
Marcelo Scotton
3 meses atrás
Responder para  LuizStipp92

Filme de terror!!!

VivaBolsonaro
VivaBolsonaro
3 meses atrás
Responder para  LuizStipp92

Vcs tem que parar de confundir o circuito aberto com algum tipo de Copa Davis implícita que não existe. Os brasileiros não tem obrigação de “duelar” com os argentinos e vice versa.

Jose da Silva
Jose da Silva
3 meses atrás
Responder para  VivaBolsonaro

Tem que parar de confundir tenis com politicagem , VivaTenis.

Marcelo Scotton
Marcelo Scotton
3 meses atrás

Acabou rápido, na segundada rodada. O challenger nem era tão duro assim, diga-se de passagem, mas…
Que a temporada que vem seja melhor para os brasileiros.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
3 meses atrás
Responder para  Marcelo Scotton

Discordo. Brasileiros não eram favoritos praticamente em nenhum dos jogos. Somente o Reis na primeira rodada contra o peruano Gonzalo Bueno e o Heide hoje. Fonseca venceu o n°120 do mundo e fez um jogo equilibrado contra o Burruchaga, 211 do mundo e já consolidado nos challengers. Heide conseguiu a maior vitória na carreira contra o Barrios Vera e até mesmo as derrotas nas oitavas do Reis, do Mateus Alves e do Gilbert Klier foram com placares honrosos contra tenistas bem melhor rankeados ( para todos inclusive teria sido a maior vitória na carreira se tivessem conseguido). Claro que precisam surpreeender favoritos se quiserem avançar no ranking, mas não estava fácil assim a chave e não houve nenhum desastre.

cesar groff
cesar groff
3 meses atrás

Coitado do Sr. Branca Leone… até o soldado mirin foi abatido…Porca Pipa-Porca Madonna…

Jose da Silva
Jose da Silva
3 meses atrás
Responder para  cesar groff

Se continuar atacando nossos tenistas com chacotas , não deveria ser aceito…Permita-me.

Albert
Albert
3 meses atrás

Dia tenebroso pro tenis brasileiro. Decepção.

Willian Rodrigues
Willian Rodrigues
3 meses atrás

O argentino tem, aproximadamente, 4 nos a mais de rodagem no circuito. E isso faz toda a diferença. Derrota por 2 x 1 que não diminui em nada o mérito do brasileiro nesse torneio. Compleição física do Fonseca ainda não está bem estabelecida. Dois anos a mais de estrada, treinamentos, e a história poderia ser bem outra. Bom demais termos boas expectativas em relação ao futuro desse garoto!

Wilbert Ferraz
Wilbert Ferraz
3 meses atrás
Responder para  Willian Rodrigues

Problema é que até ele se formar e jogar profissional, nem sabemos como vai estar a motivação depois do college. Sem contar que vai sair de lá no padrão ultrapassado do saque-forehand da escola americana, que funciona só pro hard e olhe lá.

Marcos
Marcos
3 meses atrás

Derrota do João para o Burruchaga, a leveza da partida anterior quando não tinha nada a perder, contrastou com o nervosismo de hoje. Pesou os 17 anos, e a pouca experiência. Saque caiu vertiginosamente e a devolução de saque, que já me parecia um ponto a ser trabalhado, foi muito abaixo do que se esperava dele. Nada que mude seu prognóstico como o melhor se sua geração. Agora férias e espero que volte para fazer o circuito profissional em 2024.

Refaelov
Refaelov
3 meses atrás
Responder para  Marcos

Eu discordo Marcos, pra mim, oq fez toda a diferença na partida anterior, foi a pausa em função da chuva.. João é muito jovem, claramente ainda n se desenvolveu completamente fisicamente, fica bem evidente a queda física dele nesse nível profissional, qnd os jogos se alongam..

Júlio César
Júlio César
3 meses atrás

Precisa melhorar muito a devolução, talvez o tenis universitário seja o melhor caminho para trabalhar os fundamentos do seu jogo.

Eduardo
Eduardo
3 meses atrás
Responder para  Júlio César

Po tá doido, ele ganhou do 120na primeira rodada. Se ele jogar um ano inteiro focado no pro eu acho que fura os 300 mto facil

Jorge Luiz
Jorge Luiz
3 meses atrás

Nem um brasileiro nas quartas de um challenger no Brasil, terrível

Wilton Bernardes
Wilton Bernardes
3 meses atrás

Lástimavel esses brasileiros…

Bruno
Bruno
3 meses atrás
Responder para  Wilton Bernardes

Lástimavel esses brasileiros dos comentários…

Ubiratan (Black)
3 meses atrás

A chance era o 2S. Depois ficou mais difícil devolver os saques. Nossa grande promessa, foi só mais uma experiência, é continuar trabalhando nos próximos anos para chegar longe.

Luiz
Luiz
3 meses atrás

Não obstante as mudanças ruins no site, meu comentário foi censurado
Tempos sombrios

Beto_poa
Beto_poa
3 meses atrás
Responder para  Luiz

você deveria respeitar o site e os organizadores que te dao a oportunidade de vir aqui e escrever um comentário decente.

Última edição 3 meses atrás by Beto_poa
Paulo
Paulo
3 meses atrás

Tênis masculino brasileiro lastimável !

Rlind28
Rlind28
3 meses atrás

Ultima esperança eh no Sub-17. Argentina passando o rodo.

Marcello Abreu
Marcello Abreu
3 meses atrás

A devolução do saque foi uma lástima! Não devolveu 1 saque do argentino!!! Sem movimentação…. até uns sliceszinhos ruins no meio da rede. Não tinha como ganhar

Leandro Schulai
Leandro Schulai
3 meses atrás

FF, Andy, Álcool em Gel, Psiquiatra do mal, Peppa foram todos barrados com esse novo site?

Lara tbm?

Flavio
Flavio
3 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

Agora tem moderação nos comentários.
Seguramente muitos comentários deles serão bloqueados.
Acho muito bom, aquela “cambada” de malucos era só baixaria.

Ivan
Ivan
3 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

Se o filtro do site for sério, os comentários dessa gente vão logo para a lata do lixo. Vc já viu alguma dessas figuras comentarem algo que não sejam detratações, infâmias ou ataques??

Ivan
Ivan
3 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

O Lara trazia muita informação relevante, podiam liberar ele.

José Nilton Dalcim
Admin
3 meses atrás
Responder para  Ivan

Ninguém foi barrado por enquanto.

Ivan
Ivan
3 meses atrás
Responder para  José Nilton Dalcim

Ninguém foi barrado? Só não entendi pq ele não tem mais comentado, assim como outros que comentavam constantemente.

José Nilton Dalcim
Admin
3 meses atrás
Responder para  Ivan

Acho que só ele pode responder. Absolutamente ninguém foi barrado, apenas um comentário isolado ou outro.

Jose da Silva
Jose da Silva
3 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

É possível….

Jose da Silva
Jose da Silva
3 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

Alguns aqui não falavam de tenis , tentavam aproveitar para ganhos políticos.

Rockton
Rockton
3 meses atrás

Fonseca joga muito e tem um futuro promissor. Precisa trabalhar a recepção de saque. Na direita ele só recebe bloqueando a bola e isso foi muito explorado pelo Adversário.
No último set o Argentino deu um show de experiência: chamava o jogo para sua esquerda e dava-lhe slice no back do Fonseca. É como se o Argentino disesse: quer dar porrada o tempo todo, então vai ter de tirar lá de baixo. Perfeito taticamente o Artgentino.
Mas o estilo do Fonseca é esse mesmo (porrada) e tem de ser assim mesmo, esse é o tenis moderno.

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
3 meses atrás

Esperava mais dos Brazucas, de um a dois nas 4as…mas percebe-se que o sarrafo dos argentinos, chilenos e outros eh mais alto. Se compararmos há uma no atrás ,nem teriamos tantos brasileiros no quali e no principal, na media melhoramos de 100 a 150 posições , mas vai ficar pro ano que vem, alguns estão chegando no seu limite. Mas torcendo sempre.

hyrata hykeno abe
3 meses atrás

Sou fã do Thiago Wild mas, o João Fonseca pode ir mais longe que ele. Espero que os dois tenham um ótimo ano de 24 e que se classifiquem para os principais torneios. Imagina ver Thiago x Rublev com chances reais de vitória do brasileiro? Vai thiago, vai João!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE