PLACAR

Feliz com a aposentadoria, Federer festeja 42 anos

Foto: Reprodução/Instagram

Basileia (Suíça) – Oito vezes campeão de Wimbledon, o suíço Roger Federer completa 42 anos nesta terça-feira. Ele se aposentou em setembro do ano passado durante a Rod Laver Cup, uma despedida perfeita, segundo ele, cercado por seus maiores rivais, sua família e amigos.

Ex-número 1 do mundo e dono de 20 títulos de simples de Grand Slam, a última aparição pública de Federer foi no início deste mês, em Nova York, onde participou do lançamento das roupas esportivas da marca japonesa Uniqlo, que continua sua patrocinadora mesmo depois de encerrar a carreira. Em entrevista ao jornal New York Times, Federer revelou que a aposentadoria acabou sendo um alívio. “Não sabia como iria encarar uma vida sem jogos, sem torcedores e sem a agenda que dominou minha vida por 25 anos. Por muito tempo, tentei dar mais uma chance e achar um jeito de deixar as quadras de forma saudável, mas simplesmente não dava”, contou, lembrando que a pandemia de 2020 e as cirurgias no joelho tornaram os últimos anos muito difíceis. “Fui obrigado a desacelerar nos últimos três anos. Mas no final fiquei aliviado e feliz por me aposentar.”

Federer esteve duas vezes em Wimbledon. No ano passado, foi convidado para a festa dos 100 anos da Quadra Central e neste ano foi como espectador, feliz por apenas estar curtindo o jogo das arquibancadas. Fora das quadras, Federer tem aproveitado a nova fase da vida viajando com a família. “Levei meus filhos ao Lesoto para verem minha Fundação na África, fui com Mirka ao Met Gala e também viajei no Expresso do Oriente com meus pais, coisas que não eram possíveis quando eu estava jogando porque ocupavam muito do meu tempo”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE