PLACAR

Felipe Meligeni vence de virada no quali do US Open

Foto: Abierto de Tenis Mifel

Nova York (EUA) – A estreia de Felipe Meligeni no quali do US Open foi com resultado positivo. O número 3 do Brasil superou o tcheco de 20 anos Dalibor Svrcina, 165º do mundo, por 2/6, 6/2 e 6/3 em 1h45 de partida.

Meligeni tenta disputar uma chave principal de Grand Slam pela primeira vez na carreira. O paulista de 25 anos e 170º do ranking alcançou este ano as rodadas finais dos qualis de Roland Garros e Wimbledon.

A preparação de Meligeni para o quali do US Open teve uma boa semana no ATP 250 de Los Cabos, onde conseguiu sua primeira vitória na elite do circuito e fez jogo equilibrado contra o top 15 Tommy Paul. Mas há duas semanas, jogando o challenger de Santo Domingo, o tenista sofreu lesão no calcanhar esquerdo e estava sem jogar desde então.

O próximo adversário de Meligeni será o argentino Facundo Bagnis, canhoto de 33 anos e 136º do ranking, que derrotou o norte-americano Quinn Vandecasteele por 6/1 e 6/2. O paulista busca uma vitória inédita contra Bagnis, que venceu o único duelo anterior de nível ATP, este ano em Miami e também outros três confrontos em challenger.

Apesar de ter disparado cinco aces no primeiro set, o início de partida foi de muitas dificuldades no saque para Meligeni. Ele enfrentou break-points em todos os games de serviço. Foram nove chances de quebra, três delas aproveitadas pelo jovem tcheco. Svrcina abriu 2/0, cedeu o empate, mas depois fez quatro games seguidos no fim do set.

Logo na abertura da segunda parcial, Meligeni teve que escapar de um 15-40. Na sequência, conseguiu uma quebra e saiu vencendo por 3/0. Aos poucos, o brasileiro passou a confirmar seus games de serviço de forma mais tranquila. E ele ainda voltaria a quebar no último game do set para empatar o jogo.

Meligeni aproveitou o bom momento na partida e dominou o último set, em que não enfrentou break-points e cedeu apenas cinco pontos no saque. Quando colocou o primeiro serviço em quadra, venceu 15 pontos em 17 possíveis. Com uma quebra logo cedo, abriu novamente 3/0 para não ser mais ameaçado até o fim do jogo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE