PLACAR

Federer cogita ser capitão da Laver Cup no futuro

Foto: Laver Cup

Vancouver (Canadá) – Um dos idealizadores da Laver Cup, o suíço Roger Federer está nesta semana em Vancouver para acompanhar de perto a sexta edição do torneio, desta vez como mero espectador. Animado, o ex-número 1 do mundo acredita que serão três grandes dias de tênis e aposta em mais uma vitória da equipe europeia.

“Fico feliz se o Time Mundo vencer, não me entenda mal, mas de alguma forma, posso sentir isso lá no fundo, quero que a Europa vença”, afirmou o suíço, que não descarta virar capitão europeu no futuro. “Gosto de estar na esfera do tênis. Talvez um dia eu seja o capitão do time. Não há planos no momento, mas acho que isso poderia ser muito bom”, comentou Federer.

Sem Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray na Laver Cup deste ano, o Time Europa teve também baixas de última hora como as de Stefanos Tsitsipas e Holger Rune, que se retiraram devido a lesões e por isso terá um elenco renovado. O número 6 do mundo Andrey Rublev vai liderar o time ao lado de Casper Ruud, os únicos que já disputaram a Laver Cup antes.

Questionado sobre que conselho daria à equipe, o suíço falou: “Acho que é tentar se dar bem no ambiente de equipe e estar bem preparado para depois abraçar a torcida. Mas vale também escutar os conselhos dos outros tenistas, eles podem lhe dar alguns bons conselhos e tenho certeza que sairá tudo bem”, comentou Federer.

As partidas de duplas também são um destaque para o suíço, algo que lhe chama a atenção no evento. “Sempre fico muito animado com as duplas da Laver Cup porque sempre há times que normalmente não vimos no passado. Eu gostaria de ver (Hubert) Hurkacz e Rublev jogando juntos”, comentou Federer, que destacou as possibilidades de duplas norte-americanas no Time Mundo.

Veja como estão os times da Laver Cup em 2023:

Europa: Andrey Rublev, Casper Ruud, Hubert Hurkacz, Alejandro Davidovich Fokina, Arthur Fils e Gael Monfils

Mundo: Taylor Fritz, Frances Tiafoe, Tommy Paul, Felix Auger-Aliassime, Ben Shelton e Francisco Cerundolo

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE