PLACAR

Fãs escolhem Paes para o Hall. Ivanovic fica em 2º.

Londres (GBR) – Leander Paes, da Índia, liderou a votação dos fãs do Hall da Fama do Tênis Internacional. A sérvia Ana Ivanović terminou em segundo lugar na votação e Carlos Moyá, da Espanha, ficou em terceiro.

Durante os 10 dias, dezenas de milhares de torcedores representando 145 países votaram em candidatos na Categoria de Jogador. Os fãs puderam votar no maior número de indicados que acreditam merecer a maior honra do tênis: a introdução no Hall da Fama.

A votação dos fãs é uma das duas etapas do processo de eleição do Hall da Fama. Além da votação dos fãs, um grupo de votação oficial composto por jornalistas de tênis, historiadores e membros do Hall da Fama vota na votação da turma de 2024. Ao vencer a Votação dos Torcedores, Paes receberá mais três pontos percentuais somados ao seu total de votos. Ivanović receberá dois pontos percentuais adicionais e Moyá um ponto adicional.

Para ser eleito para o Hall da Fama, o candidato deve receber um voto de 75% ou mais nos resultados combinados das duas etapas. Assim que a votação for concluída, a turma de 2024 será anunciada ainda neste outono.

Paes, Ivanović e Moyá juntam-se a Cara Black do Zimbábue, Daniel Nestor do Canadá e Flavia Pennetta da Itália na votação na categoria de jogadores. Vijay Amritraj e Richard Evans, do Reino Unido, são indicados na categoria Contribuidor, que não é considerada parte da votação dos fãs e é determinada apenas pelo grupo de votação oficial.

Paes é o primeiro asiático e o primeiro indiano a ser indicado para o Hall da Fama na categoria Jogador. Ele é vencedor de 18 títulos de Grand Slam, incluindo oito em duplas e 10 em duplas mistas, e é um dos únicos três homens na história do tênis a alcançar um Grand Slam na carreira em ambas as modalidades.

Em duplas, Paes liderou o ranking mundial por 37 semanas e passou mais 462 semanas entre os 10 primeiros. Paes competiu pela Índia no cenário internacional por três décadas, terminando a carreira na Copa Davis como recordista de maior número de duplas, confrontos e vitórias (43). Ele competiu em sete Jogos Olímpicos, conquistando a medalha de bronze em simples nos Jogos de Atlanta em 1996.​

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE