PLACAR

Ex-top 30, português João Sousa anuncia aposentadoria

João Sousa (Foto: Reprodução/Instagram)

Lisboa (Portugal) – Maior tenista da história de Portugal, o ex-top 30 João Sousa anunciou sua retirada do esporte. Aos 34 anos, ele disputará sua última competição dentro de casa, no ATP 250 de Estoril, que acontece a partir do dia 1º de abril. Atualmente no 280º posto do ranking, ele tem convite garantido para fazer sua despedida diante do público português.

“Sei que para muitos essa decisão não é surpreendente. Depois de uma vida totalmente dedicada à minha paixão, que é o tênis, esta decisão vem com um sentimento muito profundo e emoções muito fortes. Olhando para trás, sinto um orgulho enorme daquilo que alcancei. Durante este percurso tive a honra e privilégio de representar Portugal nos torneios mais prestigiados do mundo e sinto enorme e profundo orgulho por aquilo que atingi e acredito que ajudei a desenvolver o tênis no país”, disse em coletiva de imprensa nesta terça-feira.

Em 17 temporadas como profissional, João Sousa conquistou quatro títulos de ATP, em Kuala Lumpur (2013), Valência (2015), Estoril (2018) e Pune (2022). Em Grand Slam, seus melhores resultados foram as oitavas de final do US Open em 2018 e de Wimbledon no ano seguinte. No ranking de simples, sua posição mais alta foi o 28º lugar, alcançado em maio de 2016, enquanto na lista de duplas ocupou a 26ª posição no quinto mês de 2019.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Sobre os recordes, as pessoas que me conhecem sabem que ligo pouco para isso. Ficam as memórias marcantes não só no tênis, mas também no meu coração. Tudo isso não seria possível sem a minha família, o apoio incondicional, amor e carinho de todos aqueles que se sacrificaram para eu poder fazer o que gosto. Foram, sem dúvidas, o motivo do meu sucesso e serei eternamente grato por isso”, disse emocionado.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Bukele
Bukele
1 mês atrás

Histórico um pouco parecido com o do Bellucci em termos de títulos ATP e oitavas em RG

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás
Responder para  Bukele

Exato. Para vc ver que não foi tão marcante assim o Belucci, com exceção daquele irreal atp de Madrid. O Wild pode ultrapassá-lo se trabalhar direitinho e manter o foco.

Bukele
Bukele
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Viaje menos na maionese, cara. Eu torço pro Wild, mas se ele não fizer o que vc chama de “torneio irreal” não vai bater o Bellucci, que aliás, foi superior ao Sousa. Ele era top 40 REGULAR, terminou vários anos ali. Pra entrar no top 20 em algum momento, nem q seja por 1 semana, o tenista precisa fazer alguma pontuação de alto nível, tipo uma semifinal de Masters 1000, uma QF de Grand Slam, um título de 500, senão não chega.

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás
Responder para  Bukele

Ok, mas ele também ficou vários anos perdendo para jogadores de nivel futures, perdeu at[e pata um top 2000.

Geraldo
Geraldo
1 mês atrás

João teve uma carreira bem digna, esta de parabens!

Marco Antônio Varella
Marco Antônio Varella
1 mês atrás

Ser top 30 é para poucos. Eu diria que ele deu o máximo de si e conseguiu chegar numa posição muito interessante no circuito.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE