PLACAR

Estrela do esqui, Vonn destaca maturidade e força mental de Sinner

Jannik Sinner e Lindsey Vonn (Andrew Eichenholz)

Nova York (EUA) – A medalhista de ouro olímpica e estrela aposentada do esqui alpino, a americana Lindsey Vonn, está emocionada de ver Jannik Sinner conquistar o Aberto da Austrália.

“Sempre achei muito especial que ele fosse um ex-esquiador e obviamente foi aí que nos conectamos”, disse Vonn ao ATPTour.com. “Ele é um cara bem tímido, mas muito humilde e sempre super gentil. Acho que ele tem uma ótima perspectiva sobre o esporte e, até certo ponto, parte disso vem do esqui. Já conversamos sobre isso algumas vezes. Ele é um grande atleta, muito inteligente e não estou surpresa que tenha vencido a Austrália. Achei que ele venceria antes, mas é alguém que vai durar muito tempo. E ele realmente me lembra Roger, para ser honesta.”

Vonn, fã de tênis de longa data, acredita que a maneira como Sinner aborda a pressão o faz se destacar. “Se ele está sob pressão e precisa sacar, tem match point ou algo assim, a perspectiva é que se ele errar o ponto, nada vai acontecer”, disse Vonn. “Não é como no esqui, onde se você não virar à direita, você bate e pode se machucar gravemente. O tipo de destemor que ele expõe, não importa qual a situação. Essa perspectiva, eu acho, é realmente diferente da maioria dos atletas, e acho que ele usa isso a seu favor.”

Os dois esquiaram juntos uma vez, em 2022, na região montanhosa onde Sinner nasceu, nas Dolomitas, os Alpes italianos. Sinner disse na ocasião que escolheu o tênis em vez do esqui porque preferiu e uma das razões é que, no esqui, um erro pode arruinar toda a prova, enquanto no tênis há tempo para resolver problemas e perseverar.

Eles também jogaram tênis no topo de um museu. “Foi muito legal”, disse Vonn tetracampeã da Copa do Mundo de esqui. “Embora minhas habilidades no tênis não fossem ótimas, naquela época.”

Vonn descreveu o esqui de Sinner. “Ele é muito alto, então quanto mais alto você for, mais difícil será esquiar. Mas acho que é parecido com o tênis dele. Ele é muito fluido e elegante, capaz de esculpir e fazer curvas muito boas e isso parece muito fácil para ele. Na verdade, eu estava muito nervosa esquiando com ele porque não queria ser a razão de algo acontecer e ele se machucar. Mas depois de esquiar com ele, fica claro que isso não vai acontecer. Ele é muito habilidoso e é um esquiador muito elegante.”

Vonn observou que Sinner, aos 22 anos, já está “muito maduro para a idade”. “Nos poucos anos que o conheço, definitivamente vejo seu nível de confiança crescendo”, diss, destacando que o italiano não está apenas ficando mais forte fisicamente. “Ele está amadurecendo, está crescendo e só vai melhorar. Estou animada para vê-lo continuar a ter sucesso em sua carreira.”

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE