PLACAR

Equipe de Murray nega desistência e mantém esperança

Foto: LTA

Londres (Inglaterra) – Horas depois de a ATP divulgar em seu site e canais oficiais que Andy Murray estaria fora de Wimbledon por lesão nas costas, a equipe do britânico veio a público para esclarecer que ainda uma esperança para o ex-número 1 do mundo disputar o torneio. Com isso, a ATP precisou retirar as publicações do ar.

Murray relatou ter sofrido uma lesão nas costas durante a disputa do ATP 500 de Queen’s, com necessidade de cirurgia em um cisto na região espinhal. Quem falou em nome do tenista foi Leon Smith, capitão da equipe britânica da Davis e um dos primeiros técnicos da carreira de Murray.

“Ele obviamente passou por um procedimento ontem e você tem que esperar para ver agora. Meu entendimento é que nenhuma decisão foi tomada e vamos torcer pelo melhor para Andy”, declarou Smith em entrevista à BBC. O treinador também coordena o alto rendimento do tênis masculino na Lawn Tennis Association (LTA).

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Segundo o jornal The Times, o All England Club também deixou em aberto a possibilidade de Murray também competir a chave de duplas, com um convite ao lado do irmão, Jamie. O ex-número 1 do mundo foi campeão de Wimbledon em 2013 e 2016. Mas desde que chegou às quartas em 2017, ano de sua primeira cirurgia no quadril, só disputou o torneio mais três vezes e nunca passou da terceira rodada.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcelo Reis
Marcelo Reis
21 dias atrás

É fake news que chama, né? Rsrsrs Brincadeiras à parte, a ATP não fez o double-check. Básico. Mas que bom que corrigiram a situação prontamente. :D

trackback

[…] No último domingo, a ATP chegou a anunciar a desistência de Murray do torneio de Wimbledon, informação que foi negada por sua equipe no mesmo […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE