PLACAR

Encontro Internacional da CBT ajuda na pré-temporada

Encontro Internacional de Treinamento (Green Filmes/CBT)

Itajaí (SC) – O ano está chegando ao fim, mas a pré-temporada 2024 segue a todo vapor com o Encontro Internacional de Treinamento. Promovido pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT), em Itajaí, o evento reúne alguns dos principais tenistas brasileiros e sul-americanos das categorias 12, 14, 16 e 18 anos, masculino e feminino, além de atletas profissionais, treinadores e preparadores físicos para quatro dias intensos de atividades.

Ao todo, são cerca de 40 pessoas envolvidas num ambiente que visa a imersão na modalidade e a troca de experiências entre os presentes. “Dos objetivos do encontro, o principal deles é a interação. Essa dinâmica torna o evento superimportante, pois fortalece o tênis brasileiro como um todo”, comentou Luiz Peniza, treinador e coordenador do Encontro.

Acontecendo pela sexta vez, o Encontro Internacional cria uma cultura de aprendizado que vai passando de geração a geração no tênis, permitindo que os brasileiros sigam crescendo dentro e fora das quadras. É o que conta o tenista número 3 do Brasil e 148 do ranking ATP, Felipe Meligeni. “É a quarta vez que participo, somando profissional e juvenil, e sempre busco extrair o máximo de informações que posso. O mais importante aqui é entender o ritmo que um atleta de elite precisa ter para seguir na carreira, ainda mais nesses momentos mais puxados de pré-temporada.”

Quem concorda com Meligeni é a jogadora da categoria 16 anos, Isabeli Andreola. Para a gaúcha, estar junto aos atletas que competem no circuito mundial mostra como o esforço desde cedo pode fazer a diferença no futuro. “É uma ótima oportunidade que a CBT nos proporciona. Aqui, temos o contato direto com diversos atletas com quem nem sempre temos espaço para dividir os treinos. Por isso, quero aproveitar ao máximo e levar tudo para o ano que vem”, disse.

Para o presidente da CBT, Rafael Westrupp, o evento representa a união do presente e do futuro do tênis brasileiro. “O Encontro faz parte do Programa de Desenvolvimento da CBT, onde permitimos que jovens tenistas tenham a experiência que os profissionais vivem. Além disso, entendemos que o Encontro é a cereja do bolo de um grande ano do tênis brasileiro nas duas frentes, mas já pensando em 2024, principalmente por ser um ano olímpico”, destacou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE