PLACAR

Em vídeo recuperado, Sinner fala em ser nº 1 do mundo

Sinner, aos 18 anos, em entrevista em Val Gardena.

Roma (ITA) – Campeão pela primeira vez de um Grand Slam, o italiano Jannik Sinner tornou-se o mais campeão do torneio aos 22 anos e ocupa atualmente o 4º lugar no ranking mundial. Quando garoto, seu ídolo era Roger Federer e  também Novak Djokovic ao lado de quem tirou fotos e disse, no vídeo, ser “inatingível” na ocasião. Na semana passada, nas semifinais do Australian Open, Sinner derrotou seu antigo ídolo por 6/1, 6/2, 6/7 (6/8) e 6/3.

O garoto foi criado no norte da Itália, numa região de influência alemã, idioma que ele fala com fluência juntamente com o inglês. O pai Johann é chef de um restaurante em Sesto-Val-Fiscalina, nas Dolomitas, os Alpes italianos, onde sua mãe também trabalha.

Um vídeo que circula na internet, depois de seu sucesso em Melbourne, mostra Sinner aos 17 anos falando do sonho de ser um número 1 do mundo e que para isso teria muito trabalho pela frente.

Sinner disputou torneios profissionais da ITF, em casa, desde 2016 e challengers a partir de 2018, como é mostrado no vídeo, em Val Gardena, em 2019. Sinner, com 18 anos, havia retornado a Ortisei após triunfar no Next Gen, em Milão. Entre os primeiros colocados do Challenger Val Gardena Südtirol, o jovem de Pustertal contou sua história na frente das câmeras e microfones. “Gerenciar o sucesso que chegou tão cedo e tão rapidamente nem sempre é fácil”, confessou. “Os elogios que vieram diretamente de Novak Dokovic são o melhor impulso para fazer sempre melhor”, afirmou.

 

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
1 mês atrás

Já vi um vídeo parecido, de um certo sérvio, aos 7 anos de idade.

Osvaldo
Osvaldo
1 mês atrás

taí o cara q vai destruir Djokovic

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

Não acredito que o Djokovic vá perder todos os jogos que fizer contra o Sinner daqui pra frente. A responsabilidade do Sinner vai aumentar e isso será um grande desafio pra ele. Vamos ver como ele se comportará no gerenciamento da pressão. Todo mundo vai esperar que ele mantenha o mesmo nível apresentado no AO 2024. E os adversários vão começar a estudá-lo melhor antes de enfrentá-lo.

Ana
Ana
1 mês atrás

O mesmo aconteceu com alcaraz

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE