PLACAR

Em reencontro, Siniakova supera Krejcikova nas duplas

Foto: Reprodução/Twitter (Katerina Siniakova)

Melbourne (Austrália) – Atuais bicampeãs de duplas no Australian Open, as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova voltaram a disputar as quartas de final do torneio, mas desta vez separadas. Depois de anunciarem o fim da parceria em novembro, elas jogaram o primeiro Grand Slam de 2024 ao lado da alemã Laura Siegemund e Storm Hunter, respectivamente.

No duelo desta quarta-feira, melhor para Siniakova e Hunter, que venceram de virada pelo placar de 4/6, 7/5 e 6/4 e se garantiram nas semifinais da competição. Cabeças de chave número 3, elas enfrentam agora a taiwanesa Su-Wei Hsieh e a belga Elise Mertens, segundas principais favoritas e que eliminaram a paulista Luísa Stefani e a holandesa Demi Schuurs também nas quartas de final.

Logo após a partida, um detalhe que chamou a atenção foi o cumprimento na rede entre as ex-parceiras, que demonstraram certa frieza no aperto de mãos.

Juntas, Krejcikova e Siniakova conquistaram 16 títulos no circuito, incluindo sete Grand Slam (dois Australian Open, dois Roland Garros, dois Wimbledon e um US Open), o WTA Finals de 2021 e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A última conquista da dupla foi o WTA 500 de San Diego, em setembro, e o último torneio disputado foi a Billie Jean King Cup, em novembro.

Ao anunciarem a separação da dupla, as tchecas reforçaram que o foco principal de ambas seria suas carreiras de simples. Neste Australian Open, Krejcikova fez uma boa campanha na chave individual ao alcançar as quartas de final, parando somente na número 2 do mundo, Aryna Sabalenka. Por sua vez, Siniakova foi eliminada ainda na segunda rodada pela suíça Viktorija Golubic.

Na outra semifinal de duplas, a ucraniana Lyudmyla Kichenok e a letã Jelena Ostapenko enfrentam a canadense Gabriela Dabrowski e a neozelandesa Erin Routliffe, atuais campeãs do US Open.

Leia mais:

Krejcikova e Siniakova anunciam o fim da parceria

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE