PLACAR

Em Linz, Ostapenko levanta sua segunda taça do ano

Foto: Upper Austria Ladies Linz

Linz (Áustria) – Em um confronto entre duas tenistas que já foram ex-vice-campeãs no WTA 500 de Linz, a letã Jelena Ostapenko comprovou sua grande fase neste começo de temporada e precisou de apenas 70 minutos para derrotar a russa Ekaterina Alexandrova na final deste domingo, adotando parciais de 6/2 e 6/3, e levantar sua segunda taça em 2024.

Já no segundo mês do ano, Ostapenko consegue conquistar dois títulos em uma mesma temporada, algo que não fazia desde 2017, quando levantou as duas primeiras taças de sua carreira, triunfando em Roland Garros e Seul.

A campanha da letã na competição começou com susto, salvando um match-point contra a dinamarquesa Clara Tauson, mas depois disso ela engrenou de vez e não perdeu mais um set sequer e cedeu somente 13 games nos três jogos seguintes.

Na final deste domingo, Ostapenko foi muito bem no saque, venceu 71% dos pontos disputados, enfrentou só um break-point e não sofreu quebras. Do outro lado, Alexandrova teve 55% de aproveitamento com o serviço, precisou jogar sete break-points contra e acabou perdendo o saque três vezes, duas no primeiro set e uma no segundo.

A primeira quebra da partida aconteceu no quarto game, quando Ostapenko tomou a dianteira e ficou em vantagem. Ela ampliou a diferença no oitavo e último game, convertendo o terceiro set-point que teve. Na segunda parcial, novamente a letã anotou quebra no quarto game, mas não conseguiu outra. Ela perdeu um match-point devolvendo no oitavo e no nono selou a vitória.

Com a campanha em Linz, Ostapenko vai ganhar uma colocação no ranking da próxima semana e subirá para o 11º lugar, ultrapassando a tcheca Barbora Krejcikova. Por sua vez, Alexandrova voltará ao top 20, saindo da 21ª colocação para a 19ª, três abaixo da melhor marca da carreira.

10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
JBG
JBG
28 dias atrás

Incrível como Jelena Ostapenko é perigosa e está jogando muito. Personalidade forte mentalmente e também um grande coração, ama o que faz. Gosto muito do jogo dela. Que início de temporada, não poderia ser melhor, impressionante! Vai dar trabalho em Abu Dabhi.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
28 dias atrás

eu gosto da Ostapenko ….pra alguns é chata , pra mim uma guerreira lutadora…

Adriano Veiga
Adriano Veiga
28 dias atrás

Eu vi todos os jogos da Ostapenko no torneio e (tirando o primeiro set contra Clara Tauson) parecia jogo de profissional contra juvenil…
A diferença de força, potência e punch da letã em relação as adversárias é brutal.

Paulo A.
Paulo A.
28 dias atrás
Responder para  Adriano Veiga

Me pergunto quem bate mais forte e tem mais potência nos golpes, a Sabalenka ou a Ostapenko?

Sergio
Sergio
28 dias atrás
Responder para  Paulo A.

Cara, sinceramente não tenho visto os jogos da Ostapenko. Mas penso que em termos de potência a Sabalenka está num nível absurdo. Atualmente penso que somente a Serena Williams poderia ter igual ou mais potência do que a Sabalenka.

Adalberto
Adalberto
28 dias atrás

E a Ostapenko continua disparando aces e colecionando vitórias, ranking, troféus e dindin…
Tá nem aí prá crise existencial alheia…

Adalberto
Adalberto
28 dias atrás
Responder para  Adalberto

2 WTA500 em 1 mês… Gigante!

Ubiratan (Black)
28 dias atrás

Não seguraram a mulher enquanto era tempo!! a melhor chance foi na estreia devido a todo o problema da longa viagem e tudo mais. E nem Alexandrova, que vem no ano alternando entre fazer um torneio ruim e outro bom, conseguiu mudar o resultado obtido semanas atrás quando só foi parada exatamente pela própria Ostapenko, campeã de Adelaide.
Já Ostapenko está de parabéns, não só pelos títulos já conquistados no ano mas pela consistência que vem tendo nos jogos, o que já seria suficiente para ir subindo mesmo sem títulos.
Antes de perder alguns pontos no AO, já tinha dado uma boa afastada do grupo dos 3000 pontos e voltado pro top 10 depois de Adelaide mas, com a grande subida da Zheng, vai esperar um pouco dessa vez, no mínimo pela esperada perda de mais alguns pontos de Muchova. Mas está em.condições de fazer seus próprios pontos nos próximos torneios e se aproximar do top 8.

Marcelo
Marcelo
28 dias atrás

Como é bom ver uma tenista que joga sem medo e tenta sempre impor seu plano de jogo.

Refaelov
Refaelov
28 dias atrás

Se n está na forma física ideal, melhorou a olhos vistos em relação às últimas temporadas e, obviamente, já está se refletindo em quadra, já q em questões técnicas sempre foi uma virtuosa..

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE