PLACAR

Djokovic volta às quadras em Cincinnati e tem chave dura

Foto: ATP

Cincinnati (EUA) – Em seu primeiro torneio desde Wimbledon, Novak Djokovic disputará na próxima semana o Masters 1000 de Cincinnati. O sérvio é bicampeão do evento preparatório para o US Open. A chave do atual número 2 do mundo é fortíssima, com jogadores que estão se destacando nas últimas semanas.

Logo de cara, Djokovic pode enfrentar o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, semifinalista em Toronto, que estreia contra o argentino Tomas Martin Etcheverry. E entre os possíveis rivais das oitavas está outro tenista que fez semi no Canadá, o australiano Alex de Minaur, que enfrenta o norte-americano J.J. Wolf na primeira fase e pode encarar Cameron Norrie ou Gael Monfils na sequência.

O quadrante do sérvio em Cincinnati ainda tem nomes como Jannik Sinner e Taylor Fritz. O italiano entra direto na segunda rodada, enfrentando o argentino Francisco Cerúndolo ou um tenista do quali. Já o norte-americano encara o tcheco Jiri Lehecka na estreia e pode enfrentar o italiano Lorenzo Sonego na segunda fase.

Do mesmo lado da chave estão Daniil Medvedev e Holger Rune. Medvedev espera pelo vencedor entre o britânico Daniel Evans, campeão de Washington, ou jovem italiano Lorenzo Musetti e pode enfrentar Alexander Zverev nas oitavas. Rune tem no caminho nomes como Mackenzie McDonald, Matteo Berrrettini e Felix Auger-Aliassime.

Alcaraz é tem Ruud, Rublev e Tsitsipas no caminho
O número 1 do mundo Carlos Alcaraz pode enfrentar o experiente norte-americano John Isner ou um tenista do quali. Caso supere a estreia, o jovem espanhol de 20 anos tem nomes como o Ugo Humbert e Tommy Paul como possíveis rivais nas oitavas. No mesmo quadrante está o cabeça 5 Casper Ruud. O norueguês pode enfrentar nomes como Stan Wawrinka ou Frances Tiafoe ainda nas fases iniciais.

O grego Stefanos Tsitsipas é o quarto cabeça de cahve e aguarda o duelo entre os norte-americanos Ben Shelton e Christopher Eubanks, podendo enfrentar o croata Borna Coric, atual campeão, nas oitavas. Seu quadrante ainda tem Andrey Rublev, que espera o jogo entre o finlandês Emil Ruusuvuori e um tenista do quali e está no caminho Andy Murray e Karen Khachanov, que se enfrentam na estreia.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE