PLACAR

Djokovic é o segundo classificado para o ATP Finals

Cincinnati (EUA) – O sérvio Novak Djokovic não apenas garantiu sua vaga nas semifinais do Masters 1000 de Cincinnati com a vitória sobre o norte-americano Taylor Fritz na partida que fechou a rodada de sexta-feira no torneio, mas também carimbou seu passaporte rumo ao ATP Finals.

Será a 16ª vez que Djokovic se classifica para o torneio que reúne os oito melhores da temporada, um recorde empatado com o norte-americano Jimmy Connors. O sérvio só não conseguiu seu lugar no evento uma vez desde 2007, ficando de fora em 2017, quando teve problemas no cotovelo e não jogou após Wimbledon.

‘Nole’ terá a chance de conquistar mais um recorde isolado no circuito. No ano passado, ele igualou o recorde do suíço Roger Federer de seis troféus do ATP Finals. Agora, o sérvio terá a oportunidade de bater o recorde sozinho na Itália.

Além do sérvio, o espanhol Carlos Alcaraz já está garantido no Finals de Turim neste ano. Djokovic tentará melhorar o seu histórico de 46 vitórias 17 derrotas na competição, onde apenas Federer (59v/17d) tem mais vitórias em jogos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE