PLACAR

Djokovic e Kyrgios se divertem na entrevista em quadra

Foto: Reprodução/YouTube

Melbourne (Austrália) – Depois de vencer seu jogo das quartas de final no Australian Open, Novak Djokovic foi entrevistado ainda em quadra por um colega de circuito, Nick Kyrgios, que não disputou a edição deste ano por conta de uma lesão no punho. Os dois jogadores, que se tornaram amigos nos últimos anos, divertiram o público na Rod Laver Arena e conversaram em tom amistoso sobre a vitória do sérvio sobre Taylor Fritz, a sequência da competição e até mesmo sobre os planos de Kyrgios para voltar a jogar.

“Eu nunca imaginei que estaria nessa posição um dia… Você teve uma performance incrível. O histórico era de 8 a 0, mas o Taylor melhorou seu jogo. Você está atrás do 11º título aqui. O que te mantém motivado?”, perguntou Kyrgios. E antes de falar sobre a partida, Djokovic felicitou o australiano. “Você parece ótimo, mas vai ficar ainda melhor com uma raquete na mão. Espero te ver jogar muito em breve”.

“Sobre o jogo… Sofri muito nos primeiros sets, também devido ao seu tênis de alto nível. Ele estava sacando bem, ficando perto da linha e me sufocando do fundo da quadra. Eu estava jogando]a maior parte dos ralis na defensiva. Estava extremamente quente enquanto ainda batia sol na quadra. Fisicamente muito desgastante, emocionalmente também. E ele jogou um tênis incrível”, acrescentou o número 1 do mundo após a vitória por 7/6 (7-3), 4/6 e 6/2 e 6/3 em 3h45 de partida.

Djokovic perdeu 15 break-points nos dois primeiros sets e só conseguiu quebrar o serviço do rival a partir da terceira parcial. “Eu me senti como se estivesse jogando contra você, com o seu saque”, comentou. “Sei que o Taylor é um dos melhores sacadores do circuito nos últimos anos. Vi o jogo dele contra o Tsitsipas há alguns dias e ele estava sacando muito bem. Meu aproveitamento nos break-points foi muito abaixo, acho que 4 em 21 hoje, mas consegui quebrar quando mais importava no terceiro e quarto set. A partir do terceiro set eu pude jogar melhor e sacar muito bem, terminei a partida até com mais aces do que ele, o que é uma surpresa e me ajudou muito a vencer hoje.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Classificado para sua 48ª semifinal de Grand Slam e a 11ª na Austrália, Djokovic espera o vencedor entre o italiano Jannik Sinner e o russo Andrey Rublev. “Os dois estão em ótima forma. Eu vi a partida do Rublev contra o De Minaur que foi para o quinto set e foi uma das reviravoltas mais rápidas que eu já vi na Rod Laver Arena. Ele está jogando um ótimo tênis. Já o Sinner está no melhor nível de sua vida, teve um fim de ano fantástico. Fizemos jogos duríssimos na Copa Davis e também no ATP Finals em Turim e espero que ele jogue em alto nível de novo. Vou pegar uma pipoca e assistir ao jogo deles do sofá”.

Abraçar a árvore seria o segredo do sucesso?

Para encerrar a entrevista com bom humor, Kyrgios citou o hábito do sérvio visitar o Jardim Botânico ao longo do torneio e perguntou se há algum segredo escondido no parque. “Eu sei que há uma árvore no Jardim Botânico onde você vai e abraça, e não sei o que você faz. Você pode me mostrar qual árvore é?”, perguntou o australiano. “Preciso ficar saudável logo, porque estou farto de te ver vencendo aqui. Quero voltar a jogar e ganhar de você uma vez. Fale para mim qual árvore que é!”

“Vou te mostrar a árvore. Mas você não pode contar a ninguém. É um grande segredo”, contou o veterano de 36 anos. “Então, o que você precisa fazer é tirar os sapatos e subir na árvore até o ponto mais alto. Depois, fique pendurado de cabeça para baixo em um dos galhos mais altos por 33 minutos e três segundos… E você vencerá este Grand Slam”.

Leia mais:

Djokovic amplia freguesia de Fritz e garante a 11ª semi na Austrália

11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
SANDRO
SANDRO
1 mês atrás

A final de WIMBLEDON entre DJOKOVIC e KYRGIOS entrou para a história, foi espetacular!!!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  SANDRO

Sim, Sandro, mais um título parrudo do Djokovic.

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  SANDRO

Discordo Sandro,pois a final de 23 contra Alcaraz e a de 2019(contra o maestro Federer)foi mais impressionante, agora Djokovic é um cara legal demais, óbvio que tem seus erros como todos nós temos que não apaga a boa pessoa que ele é.

Wesley
Wesley
1 mês atrás
Responder para  Flávio

Esses nerds fãs do Djokovic não sabem nada de tênis, ignore.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Wesley

Chora mais.

SANDRO
SANDRO
1 mês atrás

Quem sabe se BEATRIZ HADDAD se pendurar nesta árvore do Djokovic não vem um título de Grand Slam por aí…. Quem repassou o segredo para o Djkovic foi a magnífica Margareth Court, de GOAT para GOAT…

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

Foi legal demais, pro desespero do Gilvan.

Vera
Vera
1 mês atrás

Valeu a pena madrugar pra vir essas jogadas espetaculares, com categoria e elegância! Parabéns Champion! Idemooooo Noooleeeee

Henrique
Henrique
1 mês atrás
Responder para  Vera

Mentir é feio. E Djokovic não tem elegância nenhuma.

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás

Muito boa a interação entre os tenistas

Wesley
Wesley
1 mês atrás
Responder para  Rodrigo

Começar a babar o Kyrgios para parecer mais carismático, mas ele simplesmente não consegue

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE