PLACAR

De volta após cuidar da mente, Anisimova vence em Auckland

Amanda Anisimova (Foto: ASB Classic)

Auckland (Nova Zelândia) – De volta ao circuito profissional após oito meses afastada, Amanda Anisimova estreou com vitória no WTA 250 de Auckland. A norte-americana de 22 anos superou nesta segunda-feira a russa Anastasia Pavlyuchenkova por 7/5 e 6/4 em 1h55 de partida.

Anisimova estava sem jogar desde maio do ano passado, em Madri, e revela que precisou de tempo para cuidar de sua saúde mental. “Eu vinha tendo problemas com minha saúde mental e esgotamento desde o verão de 2022. Tornou-se insuportável estar em torneios de tênis. Por isso, minha prioridade era meu bem-estar e fazer uma pausa. Trabalhei o máximo que pude para superar isso”, explicou a ex-número 21 do mundo.

“Foi muito bom fazer uma pausa no estilo de vida caótico de um tenista e reiniciar como ser humano. Acho que ter mais de duas semanas de folga pela primeira vez na minha vida foi muito revigorante. Ganhei muita energia e felicidade. Eu desacelerei minha vida e isso é algo que eu realmente precisava”, acrescentou a tenista, que enfrenta nas oitavas a cabeça 5 tcheca Marie Bouzkova, algoz da polonesa Magdalena Frech por 6/0, 3/6 e 6/4.

Gauff e Raducanu estreiam, Wozniacki e Svitolina duelam
Principal cabeça de chave e atual campeã em Auckland, Coco Gauff estreia no fim de noite de segunda-feira, por volta de 22h30. A número 3 do mundo terá um duelo norte-americano contra Claire Liu, 95ª do ranking.

Logo na sequência, será a vez do encontro entre duas jogadoras que já são mães, Elina Svitolina e Caroline Wozniacki. Cabeça 2 do torneio e atual 25ª do mundo, Svitolina voltou ao circuito em abril do ano passado. A ucraniana de 29 anos lidera o histórico contra a dinamarquesa por 4 a 1. Wozniacki, de 33 anos, voltou a jogar apenas em agosto de 2023. Mãe de dois filhos, a ex-número 1 fez apenas três torneios e ocupa hoje o 256º lugar.

Já durante a madrugada, quem entra em quadra é Emma Raducanu. Campeã do US Open de 2021, a britânica de 21 anos passou por três cirurgias, nas duas mãos e também no tornozelo. Ela aparece atualmente no 301º lugar do ranking e recebeu convite para Auckland. Sua estreia no torneio será contra a romena vinda do quali Elena Ruse, 134ª colocada, em confronto inédito.

Leia mais:

Svitolina enfrenta Wozniacki na abertura de Auckland

Raducanu se sente otimista na volta ao circuito

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE