PLACAR

De Minaur bate Korda e conquista segundo título na grama

Foto: Libema Open

‘s-Hertogenbosch (Holanda) – A abertura da temporada de grama na elite do circuito mundial tem o seu primeiro campeão. Principal cabeça de chave no ATP 250 de ‘s-Hertogenbosch, o australiano Alex de Minaur confirmou o favoritismo e ficou com o título do evento holandês, batendo na decisão o norte-americano Sebastian Korda com o placar de 6/2 e 6/4 em 1X21 de partida.

Este é o nono título de De Minaur na carreira e o segundo nesta temporada, já que ele também faturou o ATP 500 de Acapulco no início de março. Além disso, o australiano de 25 anos conquista seu segundo troféu na grama, depois de ser campeão do ATP 250 de Eastbourne em 2021. Todos os outros triunfos aconteceram sobre piso duro.

Mais do que isso, Alex de Minaur alcançará o melhor ranking da carreira. Atual número 9 do mundo, ele deixará para trás o polonês Hubert Hurkacz e o norueguês Casper Ruud e será o novo sétimo colocado na lista da ATP a partir desta segunda-feira.

Por sua vez, Sebastian Korda dará um salto de três posições e igualará seu próprio recorde pessoal, retornando ao 23º lugar, obtido pela primeira vez em outubro do ano passado. Ele tinha a chance de se aproximar ainda mais do top 20 em caso de título, mas com o vice-campeonato ficará a 130 pontos de distância do chileno Nicolas Jarry, hoje o 20º colocado. Além disso, o norte-americano segue com apenas um título de ATP no currículo, conquistado em Parma há três anos.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Finalistas de ‘s-Hertogenbosch jogarão juntos no ATP de Queen’s

Curiosamente, os protaganistas da decisão deste domingo formarão dupla no ATP 500 de Queen’s, que começa já nesta segunda-feira. No entanto, Sebastian Korda e Alex de Minaur terão uma parada duríssima logo de cara, enfrentando os cabeças de chave número 2, o norte-americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury, donos de quatro Grand Slam e dois ATP Finals.

De Minaur domina início do jogo, oscila no fim, mas vence

Mais contundente no primeiro set, De Minaur praticamente não ofereceu chances a Korda e dominou seus games de saque sem conceder um único break-point. Apesar do baixo aproveitamento de 39% de acerto do primeiro saque, ele ganhou todos os pontos com esse artifício e metade das jogadas com o segundo serviço. No entanto, o australiano explorou bem o segundo saque do adversário e ganhou sete dos oito pontos disputados nessa situação. Com isso, concretizou dois do três breaks que teve a seu favor e largou na frente.

Alex De Minaur foi quem obteve a primeira quebra também na parcial seguinte, logo no segundo game, mas Sebastian Korda deu a resposta logo a seguir, empatando tudo. No quinto game, o australiano desperdiçou dois match-points no saque do norte-americano e chegou a sacar para o jogo com 5/3, mas acabou sendo quebrado de novo. Nesse momento, Korda pediu atendimento médico e na volta, após um game longo e disputadíssimo, sucumbiu e mandou para fora a bola que deu o título para De Minaur.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE