PLACAR

Convidado no Pinheiros, Luís Felipe Sandoval faz 1º ponto na ATP

Luís Felipe Sandoval (Foto: João Pires)

São Paulo (SP) – A quarta-feira foi especial para o jovem paulista de 18 anos Luís Felipe Sandoval, que aproveitou o convite na chave principal do Brasil Tennis Classic, torneio ITF M25 disputado Esporte Clube Pinheiros, e marcou seu primeiro ponto no ranking profissional da ATP. Sandoval levou a melhor contra o campineiro Enzo Lima por 7/6 (7-4) e 6/3 em 2h05 de partida.

Contando com os pais na arquibancada e também o avô Juan Sandoval, de quem garante ter herdado todo DNA tenístico, Luís Felipe precisou esperar horas para entrar em quadra após a noite de muita chuva. “Foi muito importante em conseguir meus primeiros pontos na ATP, dentro de casa, com a família e meu avô presentes. Estou muito feliz”, disse após a partida.

“O jogo começou um pouco tenso no primeiro set. Demorei para encaixar as devoluções, mas conseguir sacar bem até o 6/6. No tiebreak, comecei muito bem, abri boa vantagem e fechar em 7/4. No segundo set, comecei bem, mas ele fez 3/1, consegui devolver a quebra, confirmar meu serviço e fechar o jogo em 6/3”, acrescentou o atleta do Pinheiros, que enfrenta o argentino Valerio Aboian, cabeça 3.

Brasil terá sete representantes nas oitavas

Outros seis brasileiros avançaram às oitavas de final. Entre eles o experiente paulista de 31 anos Pedro Sakamoto, cabeça 2 no torneio e vindo de título em Belém, que venceu o mato-grossense Lorenzo Esquici por 7/5 e 6/2. Ele enfrenta o vencedor do duelo argentino entre Fernando Cavallo e Lautaro Corthey.

No mesmo quadrante, está garantido o duelo entre o paulista Igor Gimenez e o gaúcho Eduardo Ribeiro. Nesta quarta-feira, Ribeiro derrotou o paraense Joaquim Almeida por 6/1 e 6/3, enquanto Gimenez passou pelo pernambucano José Pereira com duplo 6/4.

Guto é superado na estreia

Ainda na parte de baixo da chave, o catarinense Bruno Fernandez virou o jogo contra o equatoriano Marcos Baratau por 2/6, 6/2 e 6/4. Ele enfrenta o dominicano Peter Bertran. Neste quadrante, o carioca de 18 anos Nicolas Oliveira foi superado pelo argentino Tadeo Meneo por 6/1, 2/4 e 6/4. Já o goiano de apenas 15 anos Guto Miguel atuou no enceramento da rodada contra o boliviano Juan Carlos Prado Angelo, ex-número 1 juvenil e cabeça de chave 4, e perdeu por 6/0 e 6/1.

Do outro lado da chave, o catarinense Pedro Boscardin venceu o argentino Felipe de Dios por duplo 7/5. Ele enfrenta o norte-americano Alexander Stater, algoz do paulista Rafael Tosetto por 6/3, 6/7 (6-8) e 6/4. Já o também catarinense Mateo Reyes venceu o duelo nacional contra Gabriel Tumasonis por 6/2 e 6/3. Ele enfrenta o argentino Tomas Farjat. Ainda nesta quarta, Lucca Pinto foi eliminado pelo argentino Facundo Mena, principal cabeça de chave, por 6/3 e 6/2.

A edição de São Paulo, do Ano V Brasil Tennis Classic, é apresentado pelo Santander Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, e conta com o copatrocínio de Santos Brasil, Mambo Supermercados, Zurich Santander, AT&T, Alupar, Taesa, Azul Linhas Aéreas – Transportadora Oficial, Stella Artois Pure Gold, São Cristóvão Saúde, INNI Tournament – Bola Oficial e Aberje. Apoio de AppTicket e Federação Paulista de Tênis

O evento é realizado no Esporte Clube Pinheiros e integra o calendário mundial ITF World Tennis Tour – Masculino (M25)

A realização é do Instituto Sports.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Maurício
Maurício
7 dias atrás

Torço muito para o Guto Miguel mais ele tem que colocar os pés no chão e treinar MUITO e pensar em jogar torneio profissional só final do ano, que para esse nível ele está bem abaixo POR ENQUANTO. Jogar vários ITFs júnior. Treinar muito esse saque e a regularidade na troca de bola. Vejo muito potencial no garoto mais tem muito a melhorar. Em uma entrevista antes de Roland Garros júnior ele falou que estava indo pra ganhar e q todos torneios ele vai pra ganhar. E nós sabemos que não é bem assim. Vamos treinar garoto focar no dia a dia com muito trabalho vc pode chegar lá. Bora Guto vamos.

Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
7 dias atrás

Nicolas Oliveira tinha jogo acessível para avançar, mas não conseguiu. Juan Carlos Prado era amplo favorito contra o Luis Augusto Miguel, mas o menino está mostrando nestes torneios profissionais que ainda está muito cedo. Muito a aprender

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE