PLACAR

Com nove aces, Osaka estreia bem em Indian Wells

Foto: Katelyn Mulcahy/BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – Convidada para a disputa do WTA 1000 de Indian Wells, Naomi Osaka estreou muito bem na competição. Campeã em 2018, Osaka disparou nove aces na partida contra a experiente italiana Sara Errani, ex-top 5 e atual 100ª do ranking aos 36 anos, e marcou as parciais de 6/3 e 6/1 em 1h09 de partida.

Osaka está com 26 anos e voltou ao circuito em janeiro depois de se tornar mãe no ano passado. A ex-número 1 do mundo já disputou quatro torneios na atual temporada, com quatro vitórias e quatro derrotas. Sua campanha de maior destaque em 2024 foi até as quartas no WTA 1000 de Doha. Ela aparece atualmente no 287º lugar do ranking.

Como já havia exibido em seus primeiros torneios na temporada, Osaka contou com o bom desempenho no saque e com a potência dos golpes para definir os pontos com poucas trocas. Além disso, a japonesa se aproveitou da fragilidade no saque de sua adversária para criar pressão constante, com seis quebras e 13 break-points. Ainda assim, Osaka ainda teve algumas oscilações, ao cometer 9 duplas faltas e enfrentar 10 chances de quebra, mas só perdeu dois games no saque.

A adversária de Osaka na segunda rodada de Indian Wells será a russa Liudmila Samsonova, número 15 do mundo, em confronto inédito no circuito. Será a jogadora de melhor ranking enfrentada pela japonesa desde o retorno ao circuito. Ela fez dois jogos contra a francesa Caroline Garcia, com derrota no Australian Open e vitória em Doha, quando a rival era a 21ª do ranking.

Pliskova não passa da primeira rodada

Também ex-líder do ranking, a tcheca Karolina Pliskova foi eliminada na primeira rodada. Atual 39ª colocada, a experiente jogadora de 31 anos foi superada pela russa Anna Blinkova, 45ª colocada, por 6/1, 2/6 e 6/4. Blinkova reencontra a norte-americana Jessica Pegula, número 5 do mundo. Semana passada, em San Diego, Pegula venceu em três sets.

Outra top 10 norte-americana a ter adversária definida é Coco Gauff, número 3 do mundo. Ela enfrenta a francesa Clara Burel, 47ª do ranking, que derrotou a canhota chinesa Xiyu Wang por 4/6, 6/2 e 6/4. O confronto entre Gauff e Burel é inédito no circuito profissional.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE