PLACAR

Com nova virada, Pigossi fatura título de duplas na Croácia

Foto: Detlef Gottwald Fotografie

Zagreb (Croácia) – Em mais uma partida bastante disputada, a paulista Laura Pigossi saiu com a vitória e conquistou o título de duplas do ITF W75 de Zagreb. Assim como na semifinal, ela e a suíça Celine Naef saíram atrás nesta sexta-feira, mas buscaram a virada e bateram a britânica Emily Appleton e a indiana Prarthana Thombare, principais favoritas da competição, pelo placar de 4/6, 6/1 e 10-8 em 1h35 de jogo.

Ao longo da competição, Pigossi e Naef disputaram três partidas e em todas foram ao match-tiebreak. Depois de pegarem bye na primeira rodada, as cabeças de chave número 3 derrotaram a dupla da casa formada por Iva Primorac e Tara Wurth por 6/4, 5/7 e 10-3 e depois superaram a cazaque Zhibek Kulambayeva e a grega Sapfo Sakellaridi, segundas principais inscritas, com parciais de 4/6, 6/2 e 10-6.

Este é o 43º título de duplas da carreira de Laura e o segundo mais importante. No começo do mês, ele já havia faturado o W100 de Wiesbaden, na Alemanha, ao lado da britânica Samantha Murray Sharan. Dentre todas as conquistas da paulistana de 29 anos na especialidade, estão 12 troféus de nível W10, sete de W15, 21 de W25, um de W60, um de W100 e agora o primeiro de W75.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Atual número 254 do mundo na prova, a medalhista olímpica de bronze dará um salto de quase 40 posições e assumirá o 216º lugar na atualização da próxima segunda-feira. Sua melhor marca foi o 125º lugar, obtido em fevereiro de 2020. Hoje, ela é a quarta melhor brasileira nas duplas, atrás das paulistas Luisa Stefani (10ª) e Beatriz Haddad Maia (34ª) e da carioca Ingrid Martins (57ª). Ela seguirá agora para Paris, onde disputará a partir de segunda-feira o qualificatório de Roland Garros.

Sua parceira na conquista em Zagreb, a suíça Celine Naef está atualmente só uma posição abaixo da brasileira no ranking, mas deverá ultrapassá-la na semana que vem por apenas um ponto de vantagem, atingindo o 213º posto, o melhor de sua carreira até aqui. A jovem de 18 anos chega ao quinto título de duplas como profissional e o segundo no ano, depois de vencer o W75 do Porto em fevereiro. Ela tem ainda um troféu de W15, um de W40 e outro de nível WTA 125.

Virada emocionante no match-tiebreak

A partida desta sexta-feira começou com bastante oscilação das sacadoras e uma troca de quebras logo nos dois primeiros games. No terceiro, Pigossi e Naef precisaram salvar novo break-point e desperdiçaram duas chance no sexto, antes de enfim cederem à pressão das adversárias e terem seu serviço superado no sétimo game. Appleton e Thombare administraram bem a vantagem e venceram a primeira parcial.

No segundo set, a brasileira e a suíça mudaram o cenário da partida e não cederam uma única chance de quebra, perdendo apenas quatro dos 18 pontos em seus games de serviço. Elas ainda aproveitaram muito bem as oportunidades a seu favor e obtiveram duas quebras para empatar o jogo e levar a definição para o match-tibreak.

A parcial decisiva ficou marcada pela enorme instabalidade no saque de ambas as duplas. Dos 18 pontos disputados, 13 foram vencidos por quem estava devolvendo. Appleton e Thombare chegaram a abrir 8-6 e tiveram dois saques para fechar o jogo com 8-7, mas Pigossi e Naef se reegueram, venceram quatro pontos consecutivos e chegaram ao título.

9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Blumenau
Blumenau
26 dias atrás

Ela precisa muitos pontos e subir no ranking se almeja estar nas olimpíadas, pois ainda não está garantida apesar do ouro no Panamericano. Me corrijam se o pensamento estiver errado.

jhonny
jhonny
26 dias atrás
Responder para  Blumenau

pela medalha de ouro no pan ela so perde a vaga na olimpiada se ficar acima dos 400 do ranking entao praticamente garantiu sim a vaga

Blumenau Coleções
Blumenau Coleções
26 dias atrás
Responder para  jhonny

Estava me referindo às duplas.

Calebe Paes
Calebe Paes
26 dias atrás
Responder para  Blumenau

Ela está garantida, pois precisar estar apenas entre as 400 melhores e ser pelo menos a quarta melhor brasileira na simples. Então é garantido a sua vaga

Matheus
Matheus
26 dias atrás
Responder para  Blumenau

Ela só precisa estar no top 400 pra se garantir em simples, o que ela com certeza estará! Nas duplas acredito que só entra se a Luiza se mantiver no top 10 e puxar ela

Gustavo
Gustavo
26 dias atrás

Devia focar nas duplas.

Guilherme Augusto
Guilherme Augusto
26 dias atrás

Aff…

Evandro
Evandro
26 dias atrás
Responder para  Guilherme Augusto

kkkkk isso é um mantra, Guilherme.

Evandro
Evandro
26 dias atrás

Que mês, Laurinha! Os 2 títulos mais importantes dos 41 conquistados foram nesses 17 dias! Rolang Garros promete.

Última edição 26 dias atrás by Evandro

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE