PLACAR

Com 10 vitórias seguidas, Ram e Salisbury são bicampeões do Finals

Rajeev Ram e Joe Salisbury (Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour)

Turim (Itália) – Pelo segundo ano consecutivo, o norte-americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury conquistaram o título de duplas do ATP Finals. Eles venceram a decisão deste domingo contra o espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos por 6/3 e 6/4 em apenas 1h08 de partida.

Ram e Salisbury acumularam dez vitórias seguidas nas duas últimas edições do Finals. E pela conquista invicta, eles ganham 1.500 pontos no ranking e o prêmio em dinheiro de US$ 943.650. Este é o 13º título da parceria, formada em 2019. Destaque também para o tricampeonato consecutivo do US Open, em 2021, 2022 e 2023.

Veterano de 39 anos e atual número 11 do ranking entre os especialistas em duplas, Rajeev Ram chegou ao 30º no circuito. Já Salisbury, de 31 anos, é ex-número 1 de duplas e atualmente está no 12º lugar do ranking. Ele tem 16 títulos de ATP. A última dupla a vencer em duas edições seguidas havia sido a de Henri Kontinen e John Peers, em 2016 e 2017.

Quando o ranking for atualizado, Ram e Salisbury ficarão como a terceira melhor dupla do ano. E individualmente, os jogadores vão dividir o sexto lugar. O número 1 de duplas é o norte-americano Austin Krajicek. E sua parceria com o croata Ivan Dodig foi a que mais somou pontos em 2023.

“Nós melhoramos ao longo da semana. Acho que hoje foi o nosso melhor jogo. Sacamos bem e não sofremos nenhuma quebra. Conseguimos aproveitar as poucas oportunidades que tivemos hoje. Acho que também tivemos um pouco de sorte e nos sentimos muito bem aqui”, avaliou Salisbury. “Não tivemos um ótimo primeiro semestre do ano. Mas às vezes você precisa de um pouco de choque, de alguns momentos difíceis, antes de retomar o caminho das vitórias”.

Ram acrescentou: “Sinto que conseguimos jogar algumas de nossas melhores partidas nos maiores eventos, como este. A gente se esforça muito para isso e realmente tentamos atingir nosso nível máximo nesses torneios e estamos muito orgulhosos dessa conquista. Nós amamos este lugar. Este é o maior torneio que disputamos no calendário da ATP durante todo o ano e vencê-lo duas vezes consecutivas é algo que nunca teria imaginado”.

Vice-campeões em Turim, Granollers e Zeballos também jogam juntos desde 2019 e já conquistaram oito títulos, um deles este ano, no Masters 1000 de Xangai. O veterano espanhol de 37 anos e vencedor de 25 torneios da ATP já ganhou o Finals em 2012, ao lado de Marc Lopez. O canhoto Zeballos, de 38 anos, tem 20 títulos de duplas e buscava uma conquista inédita. Eles ganham 1000 pontos no ranking e um prêmio de US$ 592.650.

O primeiro set da final teve apenas uma quebra, com Ram e Salisbury escapando de um break-point logo no game de abertura. Eles não demoraram para estabelecer vantagem, lideraram por 3/1 e não tiveram o serviço ameaçado até o fim do set. Na segunda parcial, o britânico e o norte-americano não enfrentaram break-points e cederam apenas cinco pontos nos games de serviço, conseguindo uma nova quebra já na reta final da partida para chegar à vitória.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE