PLACAR

Cadeira de rodas: japonês Oda ganha o 3º Slam de simples

Tokito Oda e Alfie Hewett (Foto: Frank Molter/ITF)

Melbourne (Austrália) – O japonês Tokito Oda conquistou neste sábado seu terceiro título de Grand Slam ao derrotar o número 1 do mundo, o britânico Alfie Hewett, na final individual de simples do tênis em cadeira de rodas do Australian Open, por 6/2 e 6/4 na Kia Arena. Na final do ano anterior, o jovem de 17 anos havia vencido Hewett em apenas um dos quatro games.

Com isso, Oda agora detém três dos quatro principais títulos de simples, depois dos triunfos em Roland Garros e Wimbledon no ano passado. “Não mudei meu estilo de jogo nem nada, mas simplesmente cresci para o próximo nível”, explicou sobre seu progresso. “Mas já faz um ano que jogo e pratico jogo agressivo, focar em uma coisa para jogar agressivo e depois ir para a rede, acertar o smash, acertar um forehand forte. Então, isso me fez ganhar esse troféu… Acho que foi uma diferença entre o ano passado e este ano.”

Hewett, já oito vezes campeão de Grand Slam em simples,e na sexta-feira, ao lado do compatriota Gordon Reid, havia derrotado Oda e Takuya Miki para ganhar o título de duplas masculinas em cadeira de rodas do AO 2024.

Oda venceu em pouco mais de 90 minutos. “Você produziu algumas das melhores coisas que já vi você fazer”, elogiou Hewett durante a cerimônia de premiação. “Eu realmente espero que você aproveite este momento.” Em um desempenho limpo, Oda produziu 29 winners – seis a mais que Hewitt – contra apenas 17 erros não forçados.

Seu estilo dinâmico e intensidade em quadra ficaram especialmente evidentes no segundo set; ele acertou um ace para obter a vantagem de 3/1, acertou um voleio vencedor no game seguinte e, em seguida, fez o saque mais rápido da partida (174 km/h). “Meu sentimento é que não estou jogando tênis em cadeira de rodas. Estou apenas jogando tênis”, disse Oda, que se revelou admirador de Novak Djokovic e Carlos Alcaraz.

Foi um dia marcante para o tênis japonês, depois que Rei Sakamoto, também de 17 anos, conquistou o título juvenil masculino. “Isso é especial, porque eu estava me aquecendo na academia. Eu vi (ele estava jogando) … realmente consegui força dele, definitivamente, mas quando chamaram a mim e ao Alfie, ele simplesmente venceu a partida”, comentou Oda. “Então, pensei: ‘Ah, preciso vencer essa partida. Então, estava muito animado antes da partida. Na verdade, nascemos na mesma cidade e nos conhecemos nesses torneios do ano passado. É muito especial, então, a mesma idade, as mesmas raquetes, a mesma cidade. Estou muito feliz por conquistar o título com ele.”

Schoder é tricampeão no Quad

O holandês Sam Schoder conquistou seu terceiro título consecutivo de simples no torneio de Quad do Australian Open. O cabeça de chave 2 derrotou o israelense Guy Sasson, estreante na Austrália e disputando apenas seu segundo Grand Slam, por duplo 6/3. Sasson, que surpreendeu o cabeça-de-chave Niels Vink em três sets nas semifinais, foi o que mais resistiu contra Schroder.

Dos seus seis títulos de Grand Slam na modalidade Quad, metade veio em Melbourne. “Acho que sempre me sinto muito em casa, muito confortável no AO”, disse Schroder. “Um ambiente muito descontraído. Acho que mentalmente estou sempre em um ótimo espaço quando estou aqui. O clima está ótimo, a comida é ótima. As pessoas são muito legais. A execução do torneio está perfeita. Sinto-me muito feliz como jogador aqui. Acho que isso definitivamente me ajuda a ter uma boa mentalidade também, e levar isso para a quadra é muito bom.”

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE