PLACAR

Cabeças 2, Dodig e Krajicek eliminam Melo e Zverev

Ivan Dodig e Austin Krajicek (Foto Peter Staples/ATP Tour)

Indian Wells (EUA) – Após uma vitória na estreia no sábado à noite, Marcelo Melo e o alemão Alexander Zverev foram eliminados na segunda rodada de duplas do Masters 1000 de Indian Wells. Eles foram superados pelo croata Ivan Dodig e o norte-americano Austin Krajicek, cabeças de chave 2, com parciais de 6/3 e 6/4 em 1h22 de partida.

Melo era o único brasileiro na chave de duplas em Indian Wells e também se inscreveu ao lado de Zverev para o Masters 1000 de Miami. Nos demais torneios do circuito, joga com seu parceiro habitual, o holandês Matwe Middelkoop. Juntos, eles disputaram duas semifinais de ATP no saibro, em Buenos Aires e Santiago. Existe a chance de outro duplista brasileiro jogar em Miami, o gaúcho Rafael Matos, que precisa de cinco desistências para entrar ao lado do colombiano Nicolas Barrientos.

Ex-número 1 de duplas e atual 55º do ranking, Marcelo Melo tem agora seis vitórias e seis derrotas na atual temporada do circuito. O mineiro de 40 anos joga em Indian Wells desde 2008. Ele foi finalista ao lado do polonês Lukasz Kubot em 2017 e 2019. Ano passado, também ao lado de Zverev, perdeu na estreia.

Algozes de Melo e Zverev na segunda rodada, Dodig e Krajicek avançam às quartas de final podem enfrentar o holandês Wesley Koolhof e o croata Nikola Mektic ou a dupla norte-americana de Ryan Seggerman e Patrik Trhac, convidados do torneio.

O set inicial da partida teve apenas uma quebra, conquistada por Dodig e Krajicek no sexto game da disputa. Os cabeças 2 do torneio não enfrentaram break-points ao longo da parcial. No segundo set, Melo e Zverev foram mais ameaçados no saque e acabaram permitindo a quebra após cinco break-points. Os rivais abriram 3/2 e escaparam de três chances de quebra no game seguinte, sustentando a vantagem até o final da partida.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Larinha Filho
Larinha Filho
1 mês atrás

temos que tirar o chapéu pro Melo. passear pelo mundo, descompromissado, e fazendo o que gosta. sem ranking pra entrar na chave de torneioa desse porte consegue entrar com o ranking de simples do amigo… bom demais. porém cabe a observação que a feição nos jogos parece de certo sofrimento. normal para qualquer tenista ou atleta após tanto tempo na ativa. mas não nós, e sim o Middelkoop é quem deve estar preocupado.

Crésio Santana Pimenta
Crésio Santana Pimenta
1 mês atrás

O Girafão não ganha mais nada, coleciona derrotas. O que move este jogador. Nossa é de sofrer.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE