PLACAR

Brasileiros se garantem nas oitavas do Pure Beach em Alagoas

Vini Font, de azul, e Felipe Loch. (Foto: Gabriel Stewart/GsMidia.br)

Marechal Deodoro (AL) – Os brasileiros estrearam com vitória, nesta quinta-feira, no Pure Beach, torneio BT 400 disputado na Praia do Francês, em Marechal Deodoro, Alagoas, com premiação de US$ 35 mil. A competição conta com 1.200 atletas de dez países.

Na chave feminina, Rafaellla Miiller, número 1 do mundo, e a venezuelana Patrícia Diaz, atuais campeãs da competição, venceram a 11ª partida seguida na Praia do Francês ao aplicarem um duplo 6/0 sobre as qualifiers Marina Lehmann e Carla Levita, em menos de 30 minutos, e irão enfrentar Isabela Sella e Graziela Silva.

Vitória Marchezini, de 18 anos, quarta do mundo, e Sophia Chow, 5ª colocada e duas vezes campeã nas areias alagoanas, em 2021 e 2022, passaram pela alagoana Lilian Ferreira e Yasmine Aires por duplo 6/1 e vão medir forças com a brasileira Isabela Garrido e a francesa Maire Bray.

“Primeira rodada é sempre o pior, você está chegando no torneio, está nervosa, se acostumando”, disse Vitória, que minimizou o problema no ombro. Ela vem jogando com uma proteção. “Às vezes, o ombro sai do lugar, mas geralmente ele volta. Como foram duas semanas intensas, ele sentiu um pouco, mas já está tudo certo, a proteção é para dar uma segurada, o susto já passou”, garantiu.

Júlia Nogueira e Isadora Simões, cabeças 8, superaram as venezuelanas Gabriela Anzola e Andrea Colavita por 6/1 e 6/4 e vão encarar Marília Câmara e Flávia Muniz. Cabeças de chave 5, a paranaense Marcela Vita e a italiana Veronica Casadei derrotaram as alagoanas Rosendo Sulamita e Maria Almeida por 6/1 e 6/2 e irão enfrentar a espanhola Eva Palos e a italiana Giulia Trippa. Lorena Melo e Raquel Iotte e Letícia Salgado/ Raiza Dantas são outras duplas brasileiras brigando por vaga nas quartas de final.

No masculino, André Baran, quarto do mundo, e o italiano Michele Cappelletti passaram pelos baianos Augusto Oliveira e Murilo Valladares por 6/3 e 6/1 e enfrentarão os italianos Luca Andreolini e Marco Faccini. Allan Oliveira e o francês Mathieu Guegano venceram o espanhol Gerard Querol e o brasileiro João Wiesinger por 6/7 (1/7), 6/0 e 10-6 e vão duelar com o ex-número 1 do mundo Vinicíus Font e o atual líder do ranking juvenil Felipe Loch, que marcaram 6/3 e 6/1 sobre Álvaro Campanharo e Felipe Poffo.

“Privilégio estar jogando mais uma vez aqui, podendo fazer uma nova história. Um local diferente para se adaptar. Primeira rodada é mais duro sempre. Chegar com a cabeça limpa e leve, isso é o principal”, disse Baran.

O jovem Felipe Loch ressaltou a experiência inédita com Vini Font. “Foi excepcional, uma experiência muito boa. Ele me deixou muito confiante em quadra, toda vez que eu errava ele me puxava para cima. Nos demos muito bem”, disse o jovem Loch. Vini completou: “Talento dele fala por si só, muita qualidade. É o juvenil número 1 do mundo, super pé no chão e focado no processo. Quem foca no processo chega lá”.

Aos 39 anos, Vini diz estar em um momento bom de sua carreira e com fome de muito mais. “Vivo um momento de muita alegria, apesar da derrota no torneio passado. Eu falei com a Júlia (Font, sua esposa) que me sentia muito competitivo, que tinha me sentido muito bem. Estou feliz de novo em quadra. Estou com 39 anos e fome para seguir muito tempo. Deixa pros outros pensarem que vou parar, muita gente achando que vou parar (risos). Quero jogar pelo menos mais dois anos. Se um dia eu virar técnico, quero pegar essa garotada aí, trabalhar com o futuro é bom demais, muito gratificante.”

Leonardo Branco e o russo Nikita Burmakin emplacaram a primeira vitória juntos contra Miguel Peres e o italiano Edoardo Ponti por 7/5 e 6/3 e vão enfrentar o gaúcho Natã Porte e a lenda italiana Marco Garavini, dono de seis títulos mundiais. Cabeças de chave 8, Gustavo Russo e Gabriel Santos também avançaram e pegarão Fabrício Neis e o italiano Federico Galeazzi. Daniel Mola e Giovani Cariani passaram e vão encarar os cabeças de chave 1, o francês Nicolas Gianotti e o italiano Mattia Spoto, atuais campeões mundiais e do torneio alagoano.

Thales Santos e o italiano Luca Cramarossa avançaram e pegarão Mateus Buemo e Diogo Carneiro. Hugo Russo e o espanhol Antomi Ramos, cabeças de chave 3, desafiarão Davi Abdanur e Mateus Freitas. Hugo Dojas e Danie Schmitt medirão forças com os venezuelanos Ramon Guedez e Carlos Vigon, cabeças de chave 6.

As oitavas de final começam às 9h30 desta sexta-feira. O dia será de rodada dupla, com as quartas de final começando às 15h.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE