PLACAR

Brasil vai à final do Sul-Americano e ao Mundial de 14 anos

Livas Damazio (Foto: Gabriel Catarina/CBT)

Tarija (Bolívia) – O Brasil está na final masculina do Sul-Americano de 14 anos, que acontece em Tarija, na Bolívia. Nesta sexta-feira, a equipe nacional venceu a Colômbia por 2 a 1 para confirmar a vaga na final da competição e a classificação para o Mundial da categoria, que acontece em agosto na República Tcheca. A final do Sul-Americano será neste sábado contra o Equador.

Os brasileiros saíram na frente do duelo contra a Colômbia com o mato-grossense Livas Damazio, que não deu chances para Santiago Plata e venceu por duplo 6/2. Os colombianos buscaram o empate com Samuel Pedraza ao vencer o paranaense Henrique Vialle por 3/6, 7/5 e 7/6 (7-4) em 3h19 de partida. Nas duplas, Damazio e o paulista Thiago Santana trouxeram a vitória para o Brasil ao vencerem Plata e Pedraza, por 3/6, 6/0 e 7/6.

O Brasil terminou a fase de grupos na liderança do Grupo A e vencendo todos os confrontos, contra Argentina, Colômbia, Venezuela e Bolívia. Dos doze jogos disputados, a equipe venceu 11. Após os jogos, o capitão Ivan Cressoni destacou a classificação, mas explicou que o trabalho só vai estar completo com a vitória na final.

“Estamos muito contentes com a vaga no mundial, mas nós viemos aqui para conquistar o título. O meu objetivo e de cada menino é ser campeão Sul-Americano. Então amanhã vamos avaliar como montamos a melhor escalação possível, já que tivemos um confronto duro hoje. De qualquer forma, estamos trabalhando da melhor forma para fechar a competição com chave de ouro”, comentou.

Equipe feminina é derrotada pelo Paraguai e disputa sétima colocação

Pela chave feminina, a equipe brasileira foi derrotada pelo Paraguai, por 3 a 0. A equipe, que entrou na rodada desta sexta já sem chances de classificação para o Mundial, disputa o sétimo lugar da competição também contra o Equador.

Larissa Silenci perdeu para Antonella Acosta, por 7/5 e 6/2. Maria Eduarda Carbone foi superada por Zoe Doldan, por 6/1 e 6/2. E nas duplas, as adversárias ampliaram a vantagem com Acosta e Doldan, que venceram Silenci e Nathalia Tourinho, por 6/2 e 6/4.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE