PLACAR

Boscardin joga semi de duplas, Monteiro e Sakamoto duelam

Pedro Boscardin (Foto: João Pires/Fotojump)

Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) – Único brasileiro em quadra nesta quinta-feira pelo challenger de Santa Cruz de la Sierra, o catarinense Pedro Boscardin garantiu vaga na semifinal de duplas, jogando ao lado do argentino Gonzalo Villanueva. Eles venceram os norte-americanos Evan King e Reese Stalder por 6/7 (6-8), 6/4 e 10-7.

Boscardin, de 21 anos, tem três títulos de challenger nas duplas. Ano passado, ele foi campeão em Santiago, com o pernambucano João Lucas Reis, e também nos torneios de Florianópolis e Santo Domingo, ao lado do paulista Gustavo Heide. Os adversários na semifinal serão os argentinos Andrea Collarini e Renzo Olivo.

Os dois brasileiros que estão nas quartas de final de simples se enfrentam nesta sexta-feira, não antes das 19h (de Brasília). O cearense Thiago Monteiro, principal cabeça de chave e 113º do ranking, enfrenta o paulista Pedro Sakamoto, 336º colocado. Monteiro venceu os dois duelos anteriores, disputados ainda em 2015 e 2016.

O vencedor da partida entre Monteiro e Sakamoto pode enfrentar o argentino Camilo Carabelli, cabeça 3 do torneio e 127º do ranking, ou o português Gonçalo Oliveira, 217º colocado.

Leia mais:

Monteiro vence mais uma na Bolívia e enfrenta Sakamoto nas quartas

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Scott
Scott
1 mês atrás

Challenger bem fraco!

Márcio
Márcio
1 mês atrás

Boa vitória do Boscardin com o Villanueva. Os adversários eram cabeça n. 1 do torneio e estão no top 100 de duplas!! Evan King (que costuma jogar vários torneios na América do Sul e Central) é o atual n. 70 e o Stalder n. 67!

Esser
Esser
1 mês atrás

Onde eu consigo assistir!?

Márcio
Márcio
1 mês atrás
Responder para  Esser

No aplicativo ATP WTA live.

Paulo Mala
Paulo Mala
1 mês atrás
Responder para  Esser

Com todo respeito, mas com Indian Wells rolando, não tem como ver challenger

Charles
Charles
1 mês atrás

Pepe tem potencial para ser um ótimo duplista. Foi treinar na Argentina. Espero que melhore em simples, mas diria que seu futuro nas duplas seria extremamente mais frutífero.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE