PLACAR

Boscardin avança à semi em Lima após desistência de Sell

Pedro Boscardin (Foto: Lima Challenger)

Lima (Peru) – O catarinense Pedro Boscardin avançou diretamente à semifinal do challenger de Lima, em quadras de saibro no Peru. O jovem de 21 anos e 533º do mundo sequer precisou entrar na quadra no confronto brasileiro contra o também catarinense Karue Sell, 497º colocado. Por meio das redes sociais, Sell relatou ter ficado doente e se retirou da competição por motivo de doença gastro-intestinal.

“Infelizmente tive que me retirar do torneio. Comecei a me sentir mal depois da partida de ontem e passei a noite toda no banheiro. Falta de sorte, mas acontece. Estou jogando bem, não estou lesionado, apenas tive um vírus estomacal na hora errada”, divulgou Sell em seu perfil no Instagram.

Com o resultado, Boscardin chega a uma semifinal de challenger pela primeira vez na temporada. Nas fases iniciais, ele havia vencido o argentino Valerio Aboian e também um duelo nacional contra o pernambucano João Lucas Reis. O catarinense busca sua segunda final de challenger na carreira e enfrenta o argentino Hernan Casanova, que derrotou o espanhol Diego Barreto Sanchez por 6/1 e 6/2.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A campanha até a semifinal rende 14 pontos na ATP para Boscardin, que volta ao top 500 e sobe para o 487º lugar. Se ele vencer mais uma, se aproxima da 450ª posição. Já em caso de título, volta ao grupo dos 400 melhores. Seu recorde pessoal no ranking é o 293º lugar.

Outro brasileiro em quadra nesta sexta-feira é o paulista Matheus Pucinelli, de 23 anos e 353º do ranking. Ele enfrenta ainda nesta sexta-feira o argentino Juan Manuel Cerúndolo, principal cabeça de chave e 181º colocado. O vencedor jogará contra outro argentino, Juan Bautista Torres e Facundo Mena.

Final de duplas ao lado de Sakamoto

Boscardin também é finalista de duplas, ao lado do experiente paulista Pedro Sakamoto. Em uma semifinal com três brasileiros em quadra, eles venceram Luis Britto e o argentino Gonzalo Villanueva, principais cabeças de chave, por duplo 6/3. Os adversários na final podem ser outros dois brasileiros, Matheus Pucinelli e Nicolas Zanellato ou o libanês Hady Habib e o norte-americano Trey Hilderbrand.

Os três títulos de challenger que Boscardin tem nas duplas foram conquistados no ano passado, dois com Gustavo Heide e um com João Lucas Reis. Por sua vez, Sakamoto venceu seu primeiro challenger nas duplas em janeiro, ao lado de João Fonseca em Buenos Aires.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcos J. C. Souza
Marcos J. C. Souza
1 mês atrás

Buscar dinheiro deu sorte, Sell era o favorito.

Arajaribu
Arajaribu
1 mês atrás
Responder para  Marcos J. C. Souza

Buscar dinheiro mais conhecido como Boscardin hehehe

Fernando S P
Fernando S P
1 mês atrás

O Sell deve ter resolvido experimentar a culinária local. Mandou um ceviche pra dentro ou similar. :) Atleta tem que manter a rotina…espera o final da sua participação. :)

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
1 mês atrás

Comida peruana deve ser forte neh…. quente ou fria como se diz na Bahia. Sucesso o Boscardin, as vezes a sorte acompanha os vencedores…ele estah precisando de um up

David Bigodudo ok
David Bigodudo ok
1 mês atrás

Sem chances para Boscardin

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Tremendo azar o do Sell que eu considerava o favorito. Que se recupere logo. Uma lástima.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE