PLACAR

Blinkova volta a surpreender e elimina Pegula na estreia

Anna Blinkova (Foto: Jimmie48/WTA)

Indian Wells (EUA) – Pela segunda vez na temporada, Anna Blinkova conseguiu vencer uma tenista do top 5 do ranking mundial. Depois de ter eliminado Elena Rybakina no Australian Open, a russa de 25 anos e atual 45ª colocada avançou no WTA 1000 de Indian Wells com vitória sobre a norte-americana Jessica Pegula, número 5 do ranking, com parciais de 6/2, 3/6 e 6/3 em 2h05 de partida.

O jogo serviu também como revanche para Blinkova, que havia sido superada pela rival na semana passada em San Diego. A russa estreou em Indian Wells passando por outra jogadora de destaque, a tcheca Karolina Pliskova, ex-número 1 e atual 39ª do ranking, enquanto Pegula entrou direto na segunda fase por ser cabeça de chave. A norte-americana de 30 anos não jogou os torneios do Oriente Médio por lesão no pescoço e fez recentes mudanças em sua equipe de trabalho.

Mais agressiva em quadra, Blinkova liderou a contagem de winners por 28 a 18. E também por isso, cometeu mais erros, 35 contra 20. Depois de ter vencido o primeiro set com duas quebras, a russa perdeu quatro games seguidos na segunda parcial, mas retomou o domínio no terceiro set, abriu 5/1 e definiu o jogo em sua segunda oportunidade.

“Sou muito grata ao meu time por tudo o que nós trabalhamos. Conquistamos grandes coistas juntos e estou realizando meus sonhos graças a eles. Eu me senti muito bem em quadra, sempre foi um sonho jogar nesses grandes estádios”, disse Blinkova na entrevista em quadra.

“Estou trabalhando duro a cada dia, mas focada nos processos para me tornar uma jogadora melhor e uma pessoa melhor, e nos resultados, que virão como consequência”, acrescenta a russa, que agora enfrenta a francesa Diane Parry, 61ª do ranking, algoz da canadense Leylah Fernandez, 34ª colocada, por 7/5, 5/7 e 6/2.

Sakkari e Garcia confirmam mais um duelo
A grega Maria Sakkari, número 9 do mundo, estreou em Indian Wells vencendo a russa Diana Shnaider por 5/7, 6/4 e 6/0. Sakkari tem bom histórico recente no torneio, foi vice em 2022 e semifinalista no ano passado, superada apenas por Iga Swiatek e Aryna Sabalenka naquelas partidas.

A adversária de Sakkari na terceira fase é a francesa Caroline Garcia, ex-top 5 e atual 26ª do ranking, que derrotou a búlgara Viktoriya Tomova por 6/1, 3/6 e 6/3. O histórico entre Sakkari e Garcia está empatado por 3 a 3, sendo que a grega venceu as três últimas, em Doha, Guadalajara e Tóquio no ano passado.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da decisão em Monte Carlo

Medvedev em outro ataque de fúria e desconta na raquete

PUBLICIDADE