PLACAR

Bia se segura no top 20, Laura sobe mais um pouco

Foto: Michael Cummo/Western & Southern Open

Miami (EUA) – Principal nome do país na WTA, a paulista Beatriz Haddad Maia não teve grande desempenho nos torneios preparatórios para o US Open, venceu apenas um jogo em Montréal e caiu na estreia em Cincinnati, mas conseguiu se segurar no top 20.

No ranking divulgado nesta segunda-feira, Bia se manteve na 19ª colocação e mais uma vez será cabeça de chave no sorteio de um Grand Slam. Ela é a única brasileira garantida direto no quadro principal do US Open.

Atual número 2 do Brasil, a paulista Laura Pigossi tentará se juntar a Bia através do quali. Ela chega embalada após bons resultados nas últimas semanas, com título de W60, semi de W80 e quartas no WTA 125 de Barranquilla na semana passada, numa campanha que lhe rendeu três lugares e a levou para o 132º posto.

Outras duas brasileiras aparecem dentro do top 500, a melhor delas a campineira Carolina Meligeni, que perdeu quatro posições no ranking e caiu para o 260º lugar. Depois dela vem a gaúcha Gabriela Cé, que subiu seis colocações e agora é a 323ª do mundo.

Um pouco mais embaixo, destaque para a paulista Ana Candiotto, que teve boa arrancada nesta semana, ganhou 60 posições e está se aproximando do top 500. A tenista de 19 anos alcançou a 571ª colocação nesta semana, a melhor marca da carreira até então.

Veja o top 10 brasileiro na WTA:

Beatriz Haddad Maia – 19ª
Laura Pigossi – 132ª (+3)
Carolina Meligeni – 260ª (-4)
Gabriela Cé – 323ª (+6)
Ana Candiotto – 571ª (+60)
Thaisa Pedretti – 667ª (+1)
Julia Konishi – 795ª (+2)
Luana Plaza Araujo – 810ª (-3)
Goergia Gulin – 860ª (+2)
Rebeca Pereira – 869ª (+2)

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE