PLACAR

Bia se mantém entre as 20, Laura ganha 3 posições

Foto: Luiz Cândido/CBT

Miami (EUA) – Com a atualização do ranking da WTA desta segunda-feira, Beatriz Haddad Maia se manteve entre as 20 melhores do mundo. Apesar de ter perdido uma posição, a número 1 do Brasil aparece atualmente no 19º lugar do ranking.

Bia foi ultrapassada pela russa Veronika Kudermetova, campeã em Tóquio no último domingo e que ganhou três posições para assumir o 16º lugar. Kudermetova também ultrapassou Jelena Ostapenko e Victoria Azarenka no ranking.

Superada ainda na estreia em Pequim, Bia ainda tem a posição ameaçada por nomes como Ludmilla Samsonova e Magda Linette, que estão nas oitavas na China. Outra mudança no top 20 foi a troca de posições entre Madison Keys e Barbora Krejcikova. A norte-americana ultrapassou a tcheca e assumiu o 11º lugar.

Segunda melhor brasileira no ranking, Laura Pigossi ganhou três posições e assumiu o 122º lugar. Ela foi beneficiada por perdas de pontos de Rebecca Sramkova, Ysaline Bonaventure e Madison Brengle. A ex-top 100 tem sua melhor marca desde abril. A paulistana de 29 anos ainda tem a receber os 20 pontos da grande vitória sobre Aliaksandra Sasnovich no quali de Pequim, o que pode render até mais quatro posições.

Destaques na semana, russas sobem no ranking
Finalista em Ningbo, a jovem russa de 19 anos Diana Shnaider ultrapassou 22 jogadoras e assumiu a melhor marca da carreira no 63º lugar. Logo à frente, a também russa Anastasia Pavlyuchenkova fez semi em Tóquio e recuperou 24 posições. A ex-top 20 agora está na 62ª colocação. Já a tunisiana Ons Jabeur, campeã em Ningbo, permaneceu na sétima posição. Por outro lado, a egípcia Mayar Sherif, que tinha pontos a defender do título do WTA de Parma do ano passado, caiu 16 posições e agora está no 50º lugar.

Carol e Cé têm leves quedas no ranking
A número 3 do Brasil Carolina Meligeni Alves caiu três posições e aparece agora no 282º lugar. Depois, a canhota Gabriela Cé perdeu sete posições e está na 327ª colocação. Já a jovem paulista de 19 anos Ana Candiotto perdeu apenas uma posição e está no 586º lugar.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE