PLACAR

Bia lamenta início de temporada, mas espera retomada em SP

Foto: Luiz Candido/CBT

Matheus Dalcim
Especial, de São Paulo (SP)

Enquanto se prepara para defender o Brasil pela Billie Jean King Cup em São Paulo, Beatriz Haddad Maia conversou com a imprensa no Ginásio do Ibirapuera e falou sobre o seu atual momento no circuito. Sem conseguir emendar duas vitórias seguidas desde a campanha até as semifinais do WTA 500 de Abu Dhabi, no início de fevereiro, a principal jogadora do país admitiu que não teve o início de temporada que gostaria, mas segue confiante em retomar os bons resultados.

“Eu tive um início de temporada que não foi ruim, mas também não foi como eu gostaria. Eu acho que essa expectativa que eu criei, e que as pessoas consequentemente também criaram, foi porque eu me sentia muito bem e estava muito bem preparada. Fiz uma pré-temporada muito boa, então acho que acabei me cobrando um pouquinho demais nos jogos. Em alguns deles as coisas saíram como eu gostaria, em outros fiquei um pouco ansiosa”, comentou a canhota de 27 anos.

Bia também citou o exemplo de Danielle Collins, que em sua temporada de despedida do tênis faturou dois títulos seguidos, em Miami e Charleston, fazendo um paralelo de como os resultados podem voltar a aparecer e reforçando também a sua própria consolidação entre as principais jogadoras do mundo no ranking da WTA.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Ela foi finalista de Slam [Australian Open de 2022], mas nos últimos anos não teve os resultados que gostaria e acabou de ganhar um WTA 1000 e outro 500. Ela agora é a 15ª do mundo e eu continuo na frente dela. Temos que lembrar que eu já estou há dois anos dentro do top 20, então às vezes se coloca uma expectativa sobre um lugar onde eu poderia estar e acabam se frustrando, mas se olharmos para o início do ano passado eu estava em uma situação bem parecida com essa de agora, então eu acho que é uma questão de como olhamos para isso”, argumentou.

Apesar das cobranças e da fase atual, Bia diz que segue confiante e espera recuperar a melhor forma diante da torcida brasileira no confronto contra a Alemanha. “O que me tranquiliza é o dia a dia de trabalho. Minha equipe e eu estamos trabalhando muito bem, estou jogando em alto nível. Estou feliz e motivada, mas gostaria de mudar essa chave e a energia aqui nesta semana, que com certeza está sendo uma das mais especiais da minha carreira”, finalizou.

17 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Perfeita a colocação da Bia. avante, campeã!

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

Ele foi perfeita!
Se bem que nem precisava se justificar! Ela já faz muito pelo Tênis e pelos torcedores!
VQV BIA!

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

Eu acho que o maior problema da Bia atualmente é a parte mental mesmo, a busca pelo controle emocional. Sem o controle emocional a pessoa não consegue executar tudo que treinou. Então, eu vejo a Bia buscando alcançar esse equilíbrio mas por enquanto ainda não conseguiu. Esse é o grande mérito dos grandes campeõs da história, que conseguiram e conseguem se manter por longos períodos no topo, pois conseguiram e conseguem ter a força mental necessária para controlar as emoções, suportar as pressões e jogar o seu melhor. Porque o circuito é bastante competitivo e dinâmico e sempre está aparecendo competidores das novas gerações que estão lutando pra buscar o seu espaço e também competidores da mesma geração que acabam amadurecendo ao longo do tempo e elevando o seu nível. Então, parabéns à Bia pelo que conquistou até agora e muita força para conseguir os seus objetivos daqui pra frente.

JBG
JBG
1 mês atrás

Concordo com quase tudo que falou. Não vou entrar num loop de caixa de ressonância de cobranças aqui, mas poderia explicar ou algum repórter de coragem mesmo fazer algumas perguntas embaraçadas e pertinentes, não há nenhum desconforto nisso, ela é uma pessoa pública e celebridade então tem que aceitar alguns tipos de perguntas que seus fãs querem saber, ué ficou famosa agora aguenta, isso serve pra todas áreas. Descarto “Danielle Collins” ela usou doping com certeza, procurem minha explicação sobre isso no tênibrasil, não vou repetir aquele texto enorme. Mas apesar de tudo muita energia a todas jogadoras. Muito feliz de ver a Bia positiva.

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás
Responder para  JBG

O cara meteu um doping na Collins hahahaha que alucinado

Marcelo Reis
Marcelo Reis
1 mês atrás
Responder para  JBG

Eu li sua postagem no dia 08/04. Agora me responda sinceramente: quais evidências concretas você tem de que Danielle Collins se dopou?

Bernardo Oliveira
Bernardo Oliveira
1 mês atrás
Responder para  JBG

nossa, vou agora mesmo procurar a explicação, não vou conseguir nem dormir sem ler o que JBG escreveu, deve ser algo extremamente relevante

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
1 mês atrás

O ser humano é muito fera em encontrar desculpas para os fracassos. É uma pena que as desculpas não resolvem os problemas. rsss

“Estou feliz e motivada, mas gostaria de mudar essa chave e a energia aqui nesta semana.”

??? Uai, se está feliz e motivada, para que mudar a energia ???

Entrevista bem fraquinha, ao menos as partes transcritas.

PRGD
PRGD
1 mês atrás

A Bia é e sempre será um orgulho pro Brasil!
E tem que ignorar quem fala bobagens e não consegue entender da grandeza de suas conquistas e de onde ela está hoje…

Não precisa provar nada para ninguém!

Vai lá!!! Solta o braço em quadro!! E independente do resultado já é uma vencedora.

Luiz
Luiz
1 mês atrás

Infelizmente Bia é ladeira abaixo. Não conseguiu melhorar o saque, voleio, slice, smash e touch/dropshots. É jogadora para 40-50 rkg.

Última edição 1 mês atrás by Luiz
Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
1 mês atrás
Responder para  Luiz

2 anos no top 20, e ja beliscou um top 10

PAULO CEZAR DE SOUZA
PAULO CEZAR DE SOUZA
1 mês atrás

Eu acredito que a Bia voltará a jogar em alto nível, talento ela tem . É só aguardar o momento certo. Todo tenista tem altos e baixos.

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  PAULO CEZAR DE SOUZA

Só não pode demorar muito senão é ladeira abaixo.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Se ela conseguir defender os pontos de Rolanga, algo pouco provável, e abocanhar alguns pontos no segundo semestre, já se garante no top 20 novamente! O importante é continuar evoluindo seu jogo

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  Fernando Venezian

Vai ter 2 WTA 1000 pra fazer pontos, basta sacar muito bem e jogar melhor ainda.

Juscelino Pinho
Juscelino Pinho
1 mês atrás

Dois anos no top 20, diz tudo
Beatriz não deve explicações a nenhum torcedor do contra, metido a comentarista.
segue o jogo.

Geraldo
Geraldo
1 mês atrás

Só MEB e Guga conseguiram mais do que ela (estou falando de tenistas brasileiros), só por ai já não precisaria justificar mais nada,… mas é bom saber que esta “preocupada”, só é importante saber se vai saber administrar isso como motivação para voltar a voos mais altos.
Boa sorte Bia!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE