PLACAR

Bia e Townsend são cabeças 6, Stefani segue com Schuurs

Foto: KNLTB, The Royal Dutch Lawn Tennis Association

Miami (EUA) – Mais uma vez, o Brasil terá duas jogadoras na disputa duplas de um WTA 1000, desta vez em Miami. Beatriz Haddad Maia mantém a parceria com a norte-americana Taylor Townsend e será cabeça 6. Já Luísa Stefani e a holandesa Demi Schuurs serão as cabeças 7. As duas brasileiras chegaram às quartas em Indian Wells e só podem se encontrar na final.

Bia e Townsend estreiam contra as norte-americanas Asia Muhammad e Alycia Parks. Em caso de vitória, podem enfrentar a japonesa Shuko Aoyama e a sérvia Aleksandra Krunic ou a ucraniana Nadiia Kichenok e a taiwnesa Fang-Hsien Wu.

No mesmo quadrante estão a australiana Ellen Perez e a norte-americana Nicole Melichar-Martinez, que estreiam contra as russas Veronika Kudermetova e Anastasia Potapova. Elas estão do mesmo lado da chave que a canadense Gabriela Dabrowski e a australiana Erin Routliffe, além das norte-americanas Coco Gauff e Jessica Pegula.

Stefani e Schuurs mais uma vez no caminho das líderes do ranking
Já Luísa Stefani e Demi Schuurs, campeãs do primeiro WTA 1000 da temporada em Doha, estreiam contra a georgiana Oksana Kalashnikova e a romena Monica Niculescu. Caso superem a primeira rodada, elas podem enfrentar a ucraniana Lyudmyla Kichenok e a letã Jelena Ostapenko ou então a tcheca Marie Bouzkova e a espanhola Sara Sorribes.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Pelo quarto torneio na temporada, Stefani e Schuurs podem enfrentar as líderes do ranking, a belga Elise Mertens e a taiwanesa Su-Wei Hsieh. A brasileira e a holandesa conseguiram ganhar delas em Doha, mas perderam no Australian Open e em Indian Wells. Mertens e Hsieh estreiam contra a espanhola Cristina Bucsa e a russa Alexandra Panova.

Atual 14ª no ranking entre as especialistas em duplas, Stefani já foi finalista em Miami em 2021, quando jogava ao lado da norte-americana Hayley Carter. Ela não defende pontos, já que caiu na estreia com a canadense Gabriela Dabrowski. Bia, 22ª do ranking, foi às oitavas com a mexicana Giuliana Olmos no ano passado.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
André Borges
André Borges
27 dias atrás

Pelo nível das duas qq coisa menos que quartas de final é zebra. A partir das quartas começa o torneio de verdade.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da decisão em Monte Carlo

Medvedev em outro ataque de fúria e desconta na raquete

PUBLICIDADE