PLACAR

Becker: “Espero que Djokovic jogue para sempre”

Foto: Brad Penner/USTA

Stuttgart (Alemanha) – A grande vitória do sérvio Novak Djokovic na final do Masters 1000 de Cincinnati, batendo o espanhol Carlos Alcaraz em batalha de quase quatro horas, encheu os olhos de muitos, entre eles do alemão Boris Becker, que celebrou não apenas a partida em si, mas também o nível apresentado por ‘Nole’ em quadra.

“São esses os duelos que fazem o coração do tênis bater mais rápido. O jogador mais vitorioso de todos os tempos, Novak Djokovic, contra o melhor de sua época e também o número 1 do ranking mundial. Não dá para imaginar nada melhor. Foi uma partida fabulosa em Cincinnati”, disse o alemão ao podcast Das Gelbe vom Ball.

“Espero que Djokovic jogue para sempre”, acrescentou Becker, que trabalhou com o sérvio por um bom tempo e se mostrou fascinado com as discussões em quadra que ocorreram entre Alcaraz e seu treinador Juan Carlos Ferrero durante a partida.

Becker destacou a interação entre Alcaraz e Ferrero. “As instruções de Juan Carlos para seu protegido depois de cada ponto eram muito boas. Acho que ficou bem claro como o técnico é importante. Também vimos como os treinadores de Novak se levantaram e o apoiaram em voz alta”, observou o germânico.

“Mas é isso que você quer ver, apenas essa emoção pura e essa paixão. Então, os dois jogadores deixaram o coração em quadra”, complementou Becker.

O alemão também avaliou o desempenho do compatriota Alexander Zverev no torneio, parando nas semifinais. “Ele encontrou sua forma. A grande esperança é poder levar isso para Nova York. Acho que ganhou bastante ritmo de jogo ao longo do ano e autoconfiança suficiente”, comentou o ex-número 1.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE