PLACAR

Beach: campeões mundiais estão nas oitavas em Petrolina

Nicolas Gianotti e Mattia Spoto (Foto: Maurício Nunes/ Fotografia do Esporte)

Petrolina (PE) – Os principais favoritos avançaram no primeiro dia da chave principal do BT 400, o principal torneio do EMS Open de Beach Tenni, em Petrolina. O evento traz mais de mil atletas de dez paíse, erm busca dos 470 pontos no ranking mundial e da premiação de US$ 35 mil (R$ 175 mil).

As duplas campeãs mundiais do masculino e do feminino avançaram às oitavas de final. No feminino, a paranaense Rafaella Miiller e a venezuelana Patrícia Diaz marcaram 6/1 e 6/3 em Helena Andrade e Camila Gouvea e vão buscar vaga nas quartas de final diante de Isabela Sella e Graziele Silva.

Patrícia Diaz conquistou recentemente seu 50º título do circuito mundial em Marechal Deodoro e agora é a vez de Miiller seguir na corrida pela 50ª conquista, que pode acontecer no sertão pernambucano.

“Nem sabia disso. Notícia nova. Independente de números, a gente sempre quer ganhar”, disse Rafa, que tem três títulos mundiais no currículo em 2016, 2019 e 2023 e junto com Diaz soma 20 títulos.

A venezuelana elogiou o evento. “Estou super impressionada no bom sentido, a organização caprichou em cada coisa da estrutura, cada detalhe, está sendo um ótimo evento, espero que se repita por vários anos.”

Os campeões mundiais e líderes do ranking do masculino, o italiano Mattia Spoto e o francês Nicolas Gianotti também venceram. Eles marcaram 6/0 e 6/4 sobre o capixaba Alvaro Campanharo e o catarinense Felipe Poffo. “Começamos muito bem, estávamos firmes. Depois ficou 4 a 1 e piorou, eles empataram e no 4 a 4, entendemos o que tínhamos feito de errado para finalizar o jogo”, destacou Spoto.

Nicolas Gianotti aproveitou a estada em Petrolina para cortar seu cabelo após um ano e meio e brincou com o assunto. “Queria mudar um pouco de cara. Eu não gosto muito de cabelos longos, minha namorada é que gosta mais. Ela está triste agora, mas eu estou mais feliz e vamos ver se eu consigo ganhar mais assim ou não (risos.)”

A dupla de André Baran, 4º do mundo e primeiro do Brasil, e do italiano Michele Cappelletti, pentacampeão mundial e terceiro colocado, emplacou a 11ª vitória seguida ao bater Mauricio Mola e Arthur Lordello por 6/1 e 6/0 e enfrentam a forte dupla do italiano Federico Galeazzi e do gaúcho Fabrício Neis.

No feminino, as brasileiras Sophia Chow e a jovem Vitória Marchezini, ambas no top 10 mundial, se vingaram de derrota na semana passada em Ribeirão Preto (SP) contra a italiana Giulia Trippa e a espanhola Eva Palos, marcando duplo 6/3. Elas vão encarar a portuguesa Marta Magalhães e a brasileira Juliana de Carvalho.

O torneio segue nesta sexta-feira com as disputas das oitavas e quartas de final, com rodada dupla no masculino e feminino. A programação começa às 10h na quadra central, com presença de cerca de 1.070 alunos de escolas públicas de Petrolina, em parceria com a Secretaria de Educação. E a criançada vai assistir ao jogo justo de Rafa e Paty Diaz.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE