PLACAR

Alcaraz oscila e perde set, mas supera a segunda rodada

Foto: FFT

Paris (França) – Amplo favorito em seu jogo de segunda rodada em Roland Garros, enfrentando o holandês Jesper De Jong, de 23 anos e atual 176 do mundo, o espanhol Carlos Alcaraz sofreu mais do que o esperado nesta quarta-feira. O cabeça de chave 3 oscilou um tanto, perdeu um set e precisou de 3h09 para avançar na competição, marcando parciais de 6/3, 6/4, 2/6 e 6/2.

Na próxima fase, o jovem tenista de 21 anos terá pela frente o vencedor da partida entre o norte-americano Sebastian Korda, 27º pré-classificado na competição, e o sul-coreano Soonwoo Kwon, que jogaram por 42 minutos no começo da rodada e viram o duelo ser paralisado por causa da chuva quando Korda sacava em 5/4 para fechar o primeiro set.

Em sua quarta participação no saibro parisiense, Alcaraz mantém a escrita de nunca perder antes da terceira rodada, fase na qual caiu quando debutou na competição, em 2021. No ano seguinte, ele foi até as quartas de final e em 2023 parou nas semifinais.

Alcaraz não estava em um dia muito consistente, cometeu 47 erros não forçados e teve 35 bolas vencedoras. Do outro lado, o rival holandês teve 11 erros não forçados a menos (36) e conseguiu anotar 26 bolas vencedoras. Com 60% de aproveitamento nos games de serviço, o espanhol se aproveitou do desempenho ainda pior de De Jong, que venceu só 51% com o saque.

Controle nos dois primeiros sets

O jogo começou com um susto para o ex-número 1 do mundo, que perdeu os dois primeiros games da partida, mas se recuperou logo e empatou por 2/2. Depois de um game para cada lado, Alcaraz anotou uma quebra no sétimo game, saiu de 0-40 no oitavo, salvando três break-points seguidos, e voltou a bater o serviço do holandês no nono para abrir 1 a 0 no marcador.

Na segunda parcial, o espanhol voltou a ser ameaçado no game inicial, mas desta vez salvou o break-point enfrentado e confirmou. Ele pressionou De Jong no restante da disputa e teve nove chances de quebras distribuídas em quatro games diferentes, conseguindo converter apenas uma, no décimo e último, quando ampliou a vantagem e pareceu que avançaria sem sustos.

Oscilação e vitória por 3 a 1

Alcaraz voltou muito abaixo para o terceiro set, o aproveitamento de saque despencou para apenas 56% e as quebras vieram em profusão. Bastante descalibrado, o espanhol chegou a perder cinco games seguidos, saindo de 1/0 para 1/5, com duas quebras consecutivas. De Jong se manteve tranquilo com a vantagem e não deu brechas na hora de fechar.

O jogo ficou duro para o espanhol, que foi quebrado no início da quarta parcial, que foi marcada por um nível baixo dos dois tenistas, com quatro quebras seguidas, duas para cada lado. Alcaraz conseguiu colocar seu jogo nos eixos primeiro e então deslanchou na reta final, confirmou no quinto game e venceu os três seguintes, com mais dois breaks para fazer 6/2 sobre o holandês.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
16 dias atrás

tudo se encaminhando para uma final Alcaraz x Ruud

Lion
Lion
16 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Apostaria mais em Alcaraz vs Zverev.

Julio Marinho
Julio Marinho
15 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Em que pese o talento dele, desde Wbd do ano passado não é sombra do que já foi. Possui um número de ENF e produção de saque tão baixa, que basta pegar um adversário um pouco mais consistente, que pode perder. No nível de hoje, ele não faria nem ser no Sinner ou Zverev. Simplesmente porque eles quebrariam e fechariam a porta. Essa falta de regularidade de ficar trocando quebras sem fim, desperdiçar chances, não é um padrão que levará ele longe, em RG ou qualquer outro torneio. 47 ENF são 12 games de graça. Hoje quase que a confiança vai embora ali no 4o set e a coisa complica ainda mais. Tem que aproveitar que a chave é boa, mas nesse nível, Korda já inspira muita atenção.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
15 dias atrás
Responder para  Julio Marinho

Desde WIMBLEDON ? . Onde estavas na Épica FINAL de Cincinnati ( 7 x 5 , 6 x 7 , 6 x 7 Djokovic ) ? . E em Indian Wells 2024 FINAL 7 x 6 , 6 x 1 pra cima de MEDVEDEV ???. O jovem Tenista ( 20 anos ) teve uma séria lesão que o tirou de Monte Carlo, Madri e Roma ,ou seja , quase toda a Gira do Saibro Europeu. Completamente sem ritmo volta agora em RG jogando ainda com uma proteção. Menos Sr Julio Marinho . Abs!

Julio Marinho
Julio Marinho
15 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Bom, Sérgio. Acho que você já entendeu que ele é bem acima da média, não? Então, ele bem ser sombra do que era até o Wimbledon não eventualmente o impede de chegar a uma final e mais um título. Acho que você não lembra da dinâmica daquela final de Cincinatti, né? Set é quebra acima, Djok sofrendo fisicamente e entregou o jogo. Cheque lá. Se você acha que a forma como ele estava jogando, para o nível de jogador que ele tem talento e se propõe a ser, está ótimo. Sofrendo contra Vavassori, 6-1 do Sinner na semi de IW, que não fosse a queda do italiano rodava, surra do Dimi. Não é de agora e não é da lesão. Se você ler o comentário dele sobre as oscilações de parar de dar show e colocar bolas na quadra, vai entender também.

andre dalla
andre dalla
16 dias atrás

Não pegou no tranco ainda. torço para que se repita a semi final do ano passado.

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
16 dias atrás

Vai ganhando ritmo,aí será mas favorito ainda

trackback

[…] Paris (França) – Semifinalista no ano passado e um dos principais candidatos ao título em 2024, Carlos Alcaraz venceu mais uma partida e já está na terceira rodada de Roland Garros. Mas, ao contrário da estreia em que sobrou diante do norte-americano J.J. Wolf, desta vez o espanhol teve mais trabalho do que o esperado e chegou a perder set para o holandês Jesper De Jong. […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE