PLACAR

Alcaraz garante um espanhol nas quartas pelo 27º ano seguido

Foto: Corinne Dubreuil / FFT

Paris (França) – Após levar um susto na segunda rodada, perdendo um set para o holandês Jesper De Jong, o espanhol Carlos Alcaraz vai mostrando força e segue avançando com vitórias em sets diretos. Na fase seguinte ele derrotou o norte-americano Sebastian Korda por 3 a 0 e neste domingo repetiu o feito em um bom teste contra o canadense Félix Auger-Aliassime, marcando parciais de 6/3, 6/3 e 6/1 para se garantir nas quartas de final.

O cabeça de chave número 3 de Roland Garros chega às quartas no torneio pelo terceiro ano consecutivo. Ele só caiu antes desata fase uma vez em Paris, justamente na primeira de suas quatro aparições, em 2021, quando parou na terceira rodada. O próximo obstáculo no caminho de Alcaraz será o grego Stefanos Tsitsipas, que um pouco antes acabou com a festa do italiano Matteo Arnaldi com uma vitória de virada.

Tsitsipas cruzou com o espanhol de 21 anos também nas quartas de final no ano passado, quando foi derrotado em sets diretos, O grego ainda não sabe o que é vencer Alcaraz pelo circuito, tendo perdido os cinco duelos anteriores, três deles em sets diretos.

Ao assegurar mais uma vez a vaga nas quartas, Alcaraz garante a manutenção de uma grande sequência espanhola em Roland Garros. Pelo 27º ano consecutivo, um tenista espanhol chega a esta fase no Grand Slam francês. O jovem tenista já chegou às quartas em todos os quatro principais torneios do circuito, feito que completou alguns meses atrás no Australian Open. Seu melhor desempenho em Paris foi a semifinal do ano passado.

Susto no começo e domínio no final

Quebrado logo no primeiro game da partida, Alcaraz conseguiu devolver a quebra na sequência e não permitiu que Aliassime jogasse com o placar favorável por muito tempo. Depois disso, o espanhol foi forme com os serviços, não enfrentou mais break-points contra e pressionou o rival duas vezes, a primeira delas no quarto game, quando perdeu três chances de quebra, e a outra no oitavo, deixando escapar mais três chances, só que convertendo a quarta para fazer 6/3 logo depois.

Na segunda parcial, o equilíbrio se manteve até sua metade, com o número 3 do mundo deslanchando após salvar um break-point no quarto game. Ele anotou uma quebra no quinto, saiu de 0-40 para confirmar o serviço no sexto e ainda bateu o saque de Aliassime mais uma vez, no nono e último game, ampliando a vantagem para 2 a 0. Alcaraz passou a dominar cada vez mais as ações da partida. Depois de vencer quatro dos últimos cinco games do segundo set, ele abriu 5/0 no terceiro.

A confortável vantagem praticamente selou a vitória de Alcaraz, que viu o rival canadense evitar o “pneu” ao fazer um game na terceira parcial. Só que logo em seguida o espanhol aproveitou o primeiro match-point que teve. O espanhol chegou a vencer sete games seguidos e foi muito mais consistente que Aliassime, terminando a partida com mais que o dobro de bolas vencedoras (34 a 14) e 15 erros não forçados a menos (24 a 39).

13 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcelo Reis
Marcelo Reis
10 dias atrás

Amigos, o Alcaraz é ridiculamente ágil e sempre manda mais uma bolinha pro outro lado. Lembra-me o Nadal no auge. Jogou o fino, certamente deverá chegar ao menos na semi.

Percebi também que o nível de inglês dele deu uma melhorada. O sotaque é pesado, mas está com melhor dicção, melhor repertório vocabular e mais fluente.

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
10 dias atrás
Responder para  Marcelo Reis

Concordo. Até o inglês melhorou. Já dá para entender.

Flávio
Flávio
10 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

O que tem a ver isso cara, pois o importante é dentro de quadra..

Cassio
Cassio
10 dias atrás
Responder para  Marcelo Reis

O melhor vocabulário é o do Medvedev. Adoro. O Nole em qualquer entrevista por exemplo fala uns 300 “obviosly” é notavel. Embora o sotaque seja mais leve que o dos Espanhóis. Hehehe

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
10 dias atrás
Responder para  Marcelo Reis

O Tourinho e’ Espanhol que se dane o Inglês dele rs . Carlos Alcaraz fez definitivamente as pazes com o Saibro , esquecendo de vez a lesão que vem desde o Rio Open . Já atingiu 85 % do que pode nesta superfície daí fica extremamente perigoso. O Campeão de Monte Carlo 2024 , com a lentidão atual de RG , não pode ser considerado Zebra pois tem tempo pra preparar seus golpes . Tsitsipas deverá dar trabalho a Carlitos na busca pela Semi . Abs !

Refaelov
Refaelov
10 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Justamente amigo, galera n esta levando esse ponto em consideração: se o clima continuar frio/umido/chuvoso o Alcaraz ainda será favorito mas, as chances do Grego aumentarão consideralmente..

Fernando Venezian
Fernando Venezian
10 dias atrás

É isso que queremos ver! Alcaraz x Tsitsipas! Dois monstros do saibro! Que jogaço!

Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
10 dias atrás

Jogou muito hoje o Alcaraz. Chega a sua 8º quartas de Slam na carreira, a 3º em RG. Pegará o freguês Tsitsipas, contra quem venceu os 5 confrontos anteriores, 3 deles no saibro, 1 nas quartas de RG ano passado. Alcaraz é favorito, mas será o seu adversário mais difícil até aqui. Jogaço.

Roberto Canessa
Roberto Canessa
10 dias atrás
Responder para  Guilherme E.S. Ribeiro

Trsitsipas ser difícil contra Alcaraz??? Não imagino nada diferente de um 3×0 pra o espanhol.
Postura de Trsitsipas contra Alcaraz lembra muito a de Federer contra Djokovic em jogo importante, entra pensando “me fudi, do outro lado tá o cara q vai me engolir”, ai durante o jogo tenta absolver isso, mas quando chega nas partes agudas o mental começa a desmoronar

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
10 dias atrás

Agora sim está com pinta de campeão

Flávio
Flávio
10 dias atrás
Responder para  Luis Vanderley Santana

Sei não cara, pois RG 24 além de esta excelente não vejo um para afirmar que é porque acho que tem uns 5 que estão jogando muito bem no saibro Alcaraz, Tsitsipas, Zverev, Dimitrov, Siner e Djokovic ( se acordar a tempo porque já mostrou do que é capaz) entra nesse bolo aí.

Carlos Alberto Alves
Carlos Alberto Alves
10 dias atrás

Jogou demais hoje, o Carlitos quando adquire confiança se torna um jogador extremamente perigoso, pois tem um talento natural e executa a maioria dos golpes com maestria, se há algo que eu acredito que ele poderia melhorar, talvez seja o saque, embora não seja ruim. Esse RG tem tudo para levar para as quartas e semis os melhores do mundo!! Na minha modesta opinião o título deve ficar entre esses 4 jogadores: Djoko, Alcaraz, Sinner ou Zverev não necessariamente nesta ordem, até porque não sei como ficará o cruzamento de quartas, semis, etc, mas deste quarteto eu imagino que um deles morderá o caneco…

Flávio
Flávio
10 dias atrás
Responder para  Carlos Alberto Alves

Cara tu esqueceste do Tsitsipas, claro desde que ele passe do Alcaraz mas eu acho que vai ser um deles aí mesmo e não acho que tenha favorito porque estão jogando muito bem e muito igual que há muito tempo não acontece um equilíbrio assim em RG.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE