PLACAR

Agassi diz que Alcaraz ainda não atingiu a maturidade total

Foto: Sergio Llamera/IEB+ Argentina Open

Las Vegas (EUA) – O ex-número 1 do mundo Andre Agassi aproveitou a presença de dois dos principais jogadores do momento em Las Vegas, sua cidade natal, para acompanhar de perto o duelo entre os espanhóis Rafael Nadal e Carlos Alcaraz. O norte-americano ficou muito impressionado com a capacidade de remate de Alcaraz, especialmente na corrida.

“Adoro muito o jogo dele em movimento, a dinâmica e a capacidade de usar a geometria e o ritmo que consegue colocar em quadra. Às vezes fico um pouco preocupado com ele quando está um pouco mais parado. Quando seus pés não precisam se mover tanto, às vezes ele não sabe para onde direcionar essa energia e se prepara um pouco cedo demais”, analisou Agassi em entrevista ao Tennis Majors.

Para o norte-americano, Alcaraz não tem a mesma convicção em seus golpes quando consegue ter o controle do ponto, mostrando mais desenvoltura justamente quando pressionado. Apesar disso, Agassi não se preocupa com o espanhol, pois o considera jovem e ainda não desenvolveu totalmente o seu jogo, apesar de já ter vencido dois Grand Slams e ter sido o número 1 do ranking.

“Quando olho para a capacidade do Alcaraz, acho que ele terá dificuldade se não souber manter as rédeas da partida, precisa entender que não necessariamente tem que fazer mais do que o necessário, na maioria dos seus jogos”, comentou o ex-líder do ranking.

“Todos os grandes nomes descobrem em que se baseia o seu jogo e confiam nisso nos momentos mais importantes. Eu ainda questiono se Carlos descobriu em que vai confiar para criar aquela pressão consistente em seu oponente que lhe dá a maior porcentagem de bloquear algo. Ele pode sacar, volear, ele pode fazer uma deixadinha, pode fazer tudo isso”, acrescentou Agassi.

O norte-americano acredita que Alcaraz ainda encontrará a resposta com o tempo, sabendo escolher melhor o que fazer nos momentos de aperto. “Ele vai encontrar, tem apenas 20 anos. Vai ser lindo quando ele encontrar. Espero que seja em breve e com frequência”, finalizou.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
rubens
rubens
1 mês atrás

fogo de palha, não chega nem perto do que foi Murray e Warinka quiçá os 3 maiores.
vais ser sparring de Sinner a carreira toda.

Matheus
Matheus
1 mês atrás
Responder para  rubens

acho que é mais fácil o Sinner ser o sparring dele do que o contrário kkk

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
1 mês atrás
Responder para  rubens

Kkkkkkkkkkkkkk entendi nada

Joselito
Joselito
1 mês atrás

Se melhorar o saque, vejo muito futuro. Se não, quadra dura lenta e saibro que vai sobrar.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Joselito

Até Djokovic precisou melhorar o saque nesta idade . Todd Martin não conseguiu mas Boris Becker fez um belíssimo trabalho com o Sérvio. Depois das críticas de Andy Roddick, Ferrero vai se mexer em breve . Abs!

Joselito
Joselito
1 mês atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Pois é. Sem pontos grátis no saque na quadra dura rápida não dá, vide Nadal.
O aproveitamento de primeiro saque do Alcaraz esteve péssimo pós Wimblendon.
Contrastando, temos o Sinner. Sacou demais no final da temporada do ano passado e início desta.
Maior exemplo de como o saque faz estrago, temos é o Hurkacz. Mal sustenta uma troca longa, mas tem ido bem demais na dura rápida e até mesmo na grama deu trabalho para o Djoko.
O próprio Federer, só chegou onde está pelo seu saque diferenciado. O dobro de aces do Djoko, fora o que fazia com saque e primeira bola ou saque e voleio.

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás
Responder para  Joselito

Hurkacz ótimo tenista, nunca fez uma final de Slam. Agora me diz: baseado em quê o Hurcazs é ótimo tenista em quadras rápidas (zero Slam) e Alcaraz é fraco (dois)??

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás
Responder para  Joselito

Colega, ele tem dois slams (nenhum no saibro) e foi número 1 com 20 anos. Fica quieto que é mais negócio.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE