PLACAR

Zverev supera grande susto e está de volta às oitavas

Foto: Simon Bruty/AELTC

Londres (Inglaterra) – Depois de um tremendo susto ainda no começo do segundo set, quando o pé esquerdo se prendeu na grama e ameaçou torção de joelho, o alemão Alexander Zverev manteve a ‘freguesia’ em cima de Cameron Norrie, derrotou o canhoto britânico pela sexta vez consecutiva e com isso está de volta às oitavas de final de Wimbledon. O cabeça 4 anotou as parciais de 6/4, 6/4 e 7/6 (17-15 no tiebreak).

Zverev impôs o saque poderoso e mostrou-se ágil junto à rede, mas quando liderava a partida por 6/4 e 2/2 tentou chegar numa bola curta no primeiro ponto do game, viu o pé esquerdo travar na grama e gerar pequena torção no joelho. O cabeça 4 foi ao chão, com a mão sobre o joelho, foi atendido ainda dentro de quadra, mas conseguiu se levantar e prosseguir na partida.

Seu adversário na segunda-feira sairá do duelo entre dois jogadores que conquistaram títulos na quadra de grama na semana passada, o norte-americano Taylor Fritz, vencedor em Eastbourne, e o canhoto chileno Alejandro Tabilo, que conquistou Mallorca.

“Às vezes me sinto como uma vaca na grama”, brincou Zverev, depois de dizer que jogar na Central é um prazer único e o sonho de todo tenista. Questionado sobre seu ótimo saque, o alemão afirmou que isso deveria ser sempre sua grande arma, mas muitas vezes acaba sendo seu ponto fraco e por isso treina incansavelmente o golpe. Ele fez 15 aces na partida deste sábado.

Zverev ainda não perdeu sets

O vice-campeão de Roland Garros no mês passado permanece sem perder sets no torneio, tendo perdido apenas 15 games nas duas primeiras rodadas. Esta é a terceira vez que ele está nas oitavas de Wimbledon, repetindo 2017 e 2021, tornando-se o quinto tenista de seu país a fazê-lo, repetindo Boris Becker, Michael Sitch, Tommy Haas e Alexander Popp.

Apesar do maciço apoio da torcida na Quadra Central, Norrie não conseguiu fazer frente aos golpes muito pesados de Zverev. O britânico havia levado o alemão ao quinto set no recente Australian Open, mas desta vez Sascha que lhe deu poucas chances nos dois primeiros sets. Zverev perdeu apenas seis pontos com o primeiro serviço nessas duas séries e jamais permitiu break-points.

O terceiro set foi bem mais equilibrado e tenso. Norrie escapou de dois break-points que seriam cruciais no 4/4, mostrando boa cabeça para trabalhar com a segunda bola. O tiebreak foi espetacular e tenso. O britânico liderou com 4-1 e foi até 5-3, mas aí perdeu o saque e as chances se dividiram. Zverev precisou só fechou no sexto match-point, evitando cinco set-points, até que Norrie errou feio um backhand.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Refaelov
Refaelov
9 dias atrás

Realmente o Zverev vem jogando exuberantemente, n cedeu nenhum BP contra, vai realmelmente parecendo disposto a mudar sua história no All England Club..

Próxima rodada provavelmente contra o Fritz me parece um divisor de águas: tanto pelo bom histórico do americano na superfície qnt pelo histórico limite do Zverev em Wimblendon sendo as oitavas de final..

Renato
Renato
9 dias atrás
Responder para  Refaelov

Será que vem o primeiro SLAM do alemão? Está num bom momento, final de Roland Garros foi muito bem, jogou muito e poderia ter ganhado. O detalhe que faltou lá, pode ser que corrija aqui.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE