PLACAR

Zverev busca seu sexto Masters 1000 e Jarry título inédito

Foto: ATP Tour

Roma (Itália) – A final do Masters 1000 de Roma, marcada para este domingo às 12h (horário de Brasília), colocará frente a frente dois jogadores em situações distintas. De um lado o alemão Alexander Zverev, que já tem cinco títulos neste nível e busca o bicampeonato no Foro Itálico, do outro o chileno Nicolas Jarry, que disputa a maior decisão da carreira e busca um título inédito.

Embora o currículo dos finalistas seja um tanto diferente, as coisas ficam mais próximas quando olhamos o retrospecto direto entre eles, com vantagem apertada de Zverev, que venceu quatro dos seis embates anteriores. Levando em consideração os duelos no saibro, aí o equilíbrio fica ainda maior, com dois triunfos para cada lado em quatro confrontos.

Décimo na lista de jogadores com mais títulos de Masters 1000, com cinco, Zverev pode empatar com o russo Daniil Medvedev na nona colocação se vencer domingo em Roma. Em atividade, apenas três jogadores têm mais conquistas neste nível do que eles: o sérvio Novak Djokovic (40), o espanhol Rafael Nadal (36) e o britânico Andy Murray (14).

Além de igualar Medvedev em número de taças neste nível, Zverev também está de olho em outra marca do russo: a quarta colocação no ranking. Se for campeão, ele vai ultrapassar o rival e assumir o número 4, que pode ajudá-lo bastante na disputa de Roland Garros, já que assim escapa de encarar Djokovic, Jannik Sinner e Carlos Alcaraz antes das semifinais.

Jarry tenta se tornar o primeiro chileno campeão de Masters 1000 desde Marcelo Ríos, que tem em seu currículo as taças de Monte Carlo 1997, Indian Wells, Miami e Roma em 1998, e Hamburgo 1999. Se for campeão, ele saltará para o 15º lugar no ranking, ficando a 10 pontos do 14º lugar, o melhor resultado de Jaime Fillol, seu avô, em 1974.

Veja o retrospecto entre Zverev e Jarry no circuito:

2019 Barcelona (Espanha) – saibro – segunda rodada – Nicolas Jarry 3/6 7/5 7/6(5)
2019 Genebra (Suíça) – saibro – final – Alexander Zverev 6/3 3/6 7/6(8)
2019 Hamburgo (Alemanha) – saibro – primeira rodada – Alexander Zverev 6/4 6/2
2023 Genebra (Suíça) – saibro – semifinal – Nicolas Jarry 7/6(3) 6/3
2023 Halle (Alemanha) – grama – quartas de final – Alexander Zverev 7/5 6/3
2023 Pequim (China) – sintético – quartas de final – Alexander Zverev 6/1 6/7(5) 6/3

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Hemerson
Hemerson
1 mês atrás

Domingo dia final no saibro de Roma.
Zverev e Jarry querem a taça, tiveram poucos encontros em piso e épocas bem diversas que não parecem refletir o momento. Os 2 batem forte, altos e mesmo assim são rápidos. Zverev jogando num grande centro já enfrentou batalhas mais acirradas contra jogadores mais categorizados e isto reflete numa experiencia melhor o que sózinha não ganha jogo, mas no frigir dos ovos acaba somando uns pontinhos.
Quero um jogo bem jogado com as bolas lambendo as linhas, os drops caindo manso no saibro e mais presença dos 2 no quadrado central.
Que vença o melhor.

SANDRO
SANDRO
1 mês atrás

O primeiro serviço de Nicolas Jarry é fenomenal!!! Quando ele tem um bom aproveitamento de primeiro serviço dentro de quadra, Nicolas Jarry pode ganhar de qualquer jogador da ATP !!!

Última edição 1 mês atrás by SANDRO
Ana
Ana
1 mês atrás

Poxa…. E eu que tava com esperança de nesse torneio ter a última dança entre Nadal e Djokovic…. Tô achando que não vai acontecer….

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE