PLACAR

Zheng luta por 3h20, vence 8ª seguida e desafia Bia

Qinwen Zheng (Foto: WTA Elite Trophy)

Zhuhai (China) – No encontro entre duas jogadoras chinesas pela segunda semifinal do WTA Elite Trophy em Zhuhai, Qinwen Zheng teve bastante trabalho para garantir vaga na decisão. A jovem de 21 anos e 18ª do ranking ficou em quadra por 3h18 para vencer a convidada Lin Zhu, 37ª colocada, por 5/7, 6/4 e 6/1 neste sábado.

Zheng será a adversária de Beatriz Haddad Maia na final marcada para às 4h30 (de Brasília) deste domingo. O confronto entre elas é inédito no circuito profissional. A chinesa está invicta há oito jogos no circuito e conquistou o WTA 500 de Zhengzhou há duas semanas. Ela disputará sua quarta final da carreira e busca o terceiro título na temporada, já que também foi campeã no saibro de Palermo em julho.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Hoje não estava nas melhores condições e minha adversária jogou muito bem”, disse Zheng, em entrevista ao perfil do torneio no Weibo. “Dei o meu melhor mesmo nessas condições limitadas. Porém, meu preparo físico é relativamente bom, e o terceiro set é uma etapa onde compito com o preparo físico das minhas adversárias, então ainda resisti e estou muito feliz por vencer este jogo. Vou tentar o meu melhor para jogar bem esta final e ver se consigo implementar algumas novas táticas. Espero poder terminar bem o jogo”.

Tanto Bia quanto Zheng estão invictas no Elite Trophy. Dessa forma, a campeã ganhará 700 pontos no ranking e um prêmio em dinheiro de US$ 605 mil, enquanto a vice ganharia 440 pontos e US$ 402 mil. É certo que a chinesa terá o melhor ranking da carreira, debutando no top 15 e com chance de chegar ao grupo das dez melhores se for campeã. Bia iniciou a semana como 19ª do ranking e está recuperando três posições. Em caso de título, chegará ao 11º lugar, uma posição abaixo de seu recorde pessoal.

O primeiro set da partida teve 1h20 de duração e foi marcado por uma grande virada de Zheng. Ela chegou a estar perdendo por 4/2 e salvou seis break-points para evitar que Zhu ampliasse a diferença no placar. Logo na sequência, buscou o empate por 4/4. A jovem de 21 anos voltaria a sofrer uma quebra pouco depois, mas salvou três set-points e terminou a parcial vencendo três games seguidos.

Zhu reagiu no segundo set, sendo bastante eficiente nas devoluções. Ela criou cinco break-points em três games distintos e conseguiu duas quebras para igualar a partida. Com mais de 2h30 de disputa, as tenistas iniciaram o terceiro set. E finalmente, Zheng fez valer o grande momento que vive na temporada e já largou com 3/0 no placar, além de conquistar uma nova quebra já na reta final da partida. Zheng disparou 12 aces na partida, liderou com folga a contagem de winners por 40 a 27 e cometeu 46 erros não-forçados contra 44 de Zhu.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE