PLACAR

Wozniacki supera Kerber e volta às quartas de IW após 7 anos

Foto: Hannah Foslien/BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – No encontro entre duas ex-líderes do ranking, Caroline Wozniacki levou a melhor sobre Angelique Kerber para chegar às quartas de final do WTA 1000 de Indian Wells. Campeã do torneio em 2011, Wozniacki marcou as parciais de 6/4 e 6/2 em 1h29 de partida. Este foi o 16º duelo entre elas, agora com oito vitórias para cada lado. Em Indian Wells, são dois triunfos da dinamarquesa, o primeiro há 11 anos.

As duas jogadoras estão voltando ao circuito após a maternidade e este foi o primeiro duelo entre elas desde 2018. Wozniacki, de 33 anos, ficou mais de três anos longe do circuito, entre o Australian Open de 2020 e agosto do ano passado, e tem duas crianças. Já Kerber, de 36 anos, se tornou mãe em fevereiro do ano passado e voltou ao circuito em janeiro, após um ano e meio de ausência.

Ambas chegaram para esse confronto das oitavas com três vitórias em Indian Wells. Wozniacki derrotou a chinesa Lin Zhu, a croata Donna Vekic e a norte-americana Katie Volynets. Já Kerber estreou contra a croata Donna Vekic e depois bateu duas top 20, a letã Jelena Ostapenko e a russa Veronika Kudermetova.

Com bom histórico em Indian Wells, Wozniacki volta às quartas de final do torneio depois de sete temporadas, repetindo a campanha de 2017. A dinamarquesa tem três finais, com título de 2011 e vices em 2010 e 2013. Sua próxima rival pode ser a polonesa Iga Swiatek, número 1 do mundo e campeã em 2022, ou a cazaque Yulia Putintseva. Ela perdeu de Swiatek em 2019 e lidera o histórico contra Putintseva por 2 a 1.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

No ranking, Wozniacki iniciou a semana como 204ª do ranking e recupera muitas posições, aproximando-se do 130º lugar. Kerber também dá um bom salto. Começou a semana como 607ª do mundo e apenas uma vitória no ano, ganha confiança e se firma entre as 350 melhores.

 

Em um primeiro set com 55 minutos de duração, aconteceu de tudo: O jogo foi marcado por ralis longos, ainda mais pelas condições mais lentas das partidas noturnas de Indian Wells. O vento também era um fator determinante. Wozniacki começou melhor na partida, conseguiu duas quebras e chegou a liderar por 5/1. E o set só não foi um ‘pneu’, porque Kerber escapou de dois break-points naquele game que confirmou.

Aos poucos, a alemã conseguiu reagir na partida e devolveu as duas quebras de serviço, diminuindo a diferença para 5/4. Wozniacki pediu atendimento médico para o pé direito. Na volta, quebrou o serviço de Kerber pela terceira vez e fechou o set. Cada jogadora fez 12 winners, mas a alemã cometeu 10 erros a mais, 18 a 8.

A dinamarquesa retomou o controle da partida no segundo set e não demorou para abrir 3/0. Desta vez, foi a alemã quem precisou de atendimento, sentindo um desconforto nas costas, o que dificultava o movimento de sacar. Bastante amigas desde os tempos de juvenil, as jogadoras conversavam entre si. Kerber conseguiu ficar no jogo até o final, mas não evitou a derrota em sets diretos. Wozniacki liderou nos winners por 20 a 13 e cometeu apenas 13 erros contra 34 da alemã.

Leia mais:

Kerber e Wozniacki celebram reencontro após 6 anos

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
trackback

[…] adversária de Swiatek será a ex-líder do ranking Caroline Wozniacki, também campeã de Indian Wells em 2011 e vice em outras duas oportunidades. A dinamarquesa de 33 anos ficou três temporadas e […]

Bukele
Bukele
1 mês atrás

Bem mais véia que a Bia e ganhando jogos. Ou seja, o problema da Bia não é idade, é que tipo de treino ela está fazendo, que obviamente não está dando certo.

trackback

[…] no pé direito. A dinamarquesa pediu atendimento no local durante o jogo desta quinta-feira e também na partida contra Angelique Kerber pelas oitavas há dois […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE