PLACAR

Wild tem estreia paralisada pela chuva e jogo só termina na 5ª

Foto: Juarez Santos

* Atualizado após todos os adiamentos

Turim (Itália) – Marcada para esta quarta-feira, a estreia do paranaense Thiago Wild no forte challenger de Turim, onde é o cabeça de chave número 8, foi paralisada após sete games disputados. A chuva que atrasou o começo da rodada voltou a cair e parou o jogo quando o brasileiro marcava 4/3 para cima do finlandês Emil Ruusuvuori no primeiro set.

A organização do torneio tentou completar a partida, mas o tempo ruim foi implacável e a continuação acontecerá apenas na quinta-feira. O mesmo acontece com o duelo entre o convidado da casa Francesco Passaro e o colombiano Daniel Galan, que foi interrompido logo no começo, com placar de 3/2 para o italiano no primeiro set.

Todas as demais partidas de primeira rodada em Turim foram adiadas, entre elas a estreia do paulista Felipe Meligeni, que teria jornada dupla. Depois de furar o quali, ele voltaria para a estreia na chave principal contra o argentino Thiago Tirante, mas agora só joga de novo no próximo dia.

Somente um jogo da chave principal foi concluído nesta quarta-feira, a vitória de Yannik Hanfmann em duelo 100% alemão contra o compatriota Maximilian Marterer, que abandonou depois de apenas 57 minutos de embate, quando perdia com o placar de 6/4 e 0/1.

Rodada dupla na quinta-feira

Com a programação bastante atrasada por causa do mau tempo, a quinta-feira será movimentada, com a disputa das 10 partidas de primeira rodada e todas as oito de segunda rodada acontecendo no mesmo dia. Wild e Meligeni terão que enfrentar jornada dupla caso vençam suas partidas. Além dos quatro cabeças de chave que saem adiantado, apenas mais três jogadores já estão nas oitavas.

Passando pela estreia, Wild cruzará com o vencedor do duelo entre Passaro e Galan, outro jogo interrompido no meio. Por sua vez, Meligeni tem como possíveis rivais na segunda rodada dois italianos vindos do quali, assim como ele, podendo encarar Mattia Bellucci ou Francesco Maestrelli.

Heide cai nas oitavas em Oeiras

No saibro português do challenger de Oeiras, o paulista Gustavo Heide não conseguiu ir muito longe e acabou eliminado na segunda rodada. Ele parou diante do tenista da casa Jaime Faria, 233º colocado no ranking da ATP, que marcou duplo 6/4 em 1h21 de confronto para garantir lugar nas quartas de final do torneio.

Os dois sets tiveram praticamente a mesma história, o brasileiro levou uma quebra logo no começo e depois não conseguiu reagir. No primeiro, ele teve apenas um break-point e não converteu, ao passo que no segundo Heide sofreu nova quebra, vendo o rival português abrir 5/2 no placar, devolveu em seguida e novamente acabou superado com um break de diferença.

7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
9 dias atrás

O Heide perdeu nas oitavas do Challenger em Portugal. Vi boa parte do jogo. Heide tem até uma boa potência nos golpes, um saque razoável e boas deixadinhas, mas precisa melhorar muito no jogo de pernas e principalmente a atitude e a expressão corporal. Parece desanimado, sem energia, resignado com a derrota, sem poder de reação. O adversário do outro lado, vendo alguém com essa expressão corporal, fica cheio de confiança. Precisa avançar muito

Tiago RM
Tiago RM
9 dias atrás
Responder para  Guilherme E.S. Ribeiro

Se fosse um brasileiro no outro lado o Heide seria um leão…

Fernando S P
Fernando S P
8 dias atrás
Responder para  Tiago RM

Totalmente sem sentido o comentário. Basta dar uma olhada nos resultados da temporada ou das últimas 52 semanas.

Fernando S P
Fernando S P
8 dias atrás
Responder para  Tiago RM

Em 2023, venceu duas e perdeu três para brasileiros, sendo uma das derrotas para o Luz que é pior ranqueado do que ele.

34V e 21D contra estrangeiros.

Em 2024, ele venceu o Fonseca e o Sakamoto que são piores ranqueados do que ele no mesmo torneio, e também eliminou o cabeça 1, o peruano Varillas. No torneio anterior, também derrotou o melhor ranqueado, o chileno Barrios Vera.

Jose Carlos
Jose Carlos
9 dias atrás
Responder para  Guilherme E.S. Ribeiro

E um jogador limitado tecnicamente, cujos resultados e ranking dependem diretamente de disputar partidas em quadra de saibro em nivel regional na América do Sul. E ok, ganhou do Fonseca e foi bem nos Jogos Panamericanos.

João Sawao ando
João Sawao ando
8 dias atrás

O heide e para estar entre os top 200

Ricardo
Ricardo
8 dias atrás

Quem diria, podemos ter um confronto de Meligeni x Bellucci !

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE