PLACAR

Wild cresce e pode alcançar sua melhor marca na ATP

Foto: Debbie Jayne Kinsey/Brawo Open

Londres (Inglaterra) – Atual número 1 do Brasil, o paranaense Thiago Wild teve uma boa arrancada no ranking desta segunda-feira, ganhou sete colocações e está cada vez mais perto do inédito top 100. Ele agora é o 109º do mundo e pode alcançar a melhor marca da carreira na próxima semana.

Mesmo novamente sem jogar, Wild tem a chance de ganhar mais quatro posições no próximo ranking e chegar ao 105º posto, que seria o melhor da carreira, superando o 106º alcançado em setembro de 2020.

O cearense Thiago Monteiro vive situação similar. Também sem jogar na semana passada, ele ganhou três posições, é agora o 116º colocado na ATP e também pode subir mais quatro lugares na próxima semana.

Além dos dois principais nomes do país na ATP, os três seguintes mais bem colocados também ganharam terreno nesta segunda. O paulista Felipe Meligeni subiu da 168ª posição para a 166ª, o pernambucano João Lucas Reis e o Paulista Matheus Pucinelli ganharam uma colocação cada, o primeiro é o 287º do mundo e o outro o 302º.

Um pouco mais embaixo, destaque para Mateus Alves e Orlando Luz. O paulista teve uma boa arrancada de 40 lugares e agora é o 454º da ATP, enquanto o gaúcho melhorou 26 colocações e alcançou o 461º posto no ranking masculino.

Veja o top 10 brasileiro no ranking da ATP:

Thiago Wild – 109º (+7)
Thiago Monteiro – 116º (+3)
Felipe Meligeni – 166º (+2)
João Lucas Reis – 287º (+1)
Matheus Pucinelli – 302º (+1)
Eduardo Ribeiro – 333º (-4)
Gustavo Heide – 343 (-1)
Daniel Silva – 402º (-1)
Mateus Alves – 454º (+40)
Orlando Luz – 461º (+26)

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE