PLACAR

Wild bate Paire, decide e fica perto do inédito top 100

Foto: Challenger Citta' di Como

Como (Itália) – Abrindo as semifinais do challenger de Como, o paranaense Thiago Wild venceu um interessantíssimo duelo com o francês Benoit Paire, batendo o ex-top 20 e atual 125 do mundo em sets diretos, com o placar final de 7/5 e 6/3, anotado em 1h26 de confronto. Além de assegurar sua vaga na decisão, o número 1 e 106 do mundo tem tudo para entrar no top 100 da ATP no próximo ranking.

Com a campanha desta semana no challenger italiano, Wild está subindo provisoriamente para o 98º lugar, mas não está garantido no top 100 porque a próxima lista só será divulgada após o US Open e ainda há uma semana de torneios que pode trazer pequenas mudanças. Contudo, ele vai garantir um lugar entre os 100 melhores da ATP se for campeão no domingo.

Wild terá pela frente na final o vencedor da segunda semi deste sábado, entre o convidado da casa Stefano Napolitano e o espanhol Pedro Martinez, quinto pré-classificado. Independente de quem passar, o duelo na decisão será inédito no circuito.

Apesar de não estar em um dia tão inspirado com o saque, fechando o jogo com 63% de aproveitamento, o paranaense compensou pressionando bastante os serviços de Paire e venceu 30 dos 63 pontos que disputou nas devoluções (48%). Foi assim que ele conseguiu converter quatro quebras, sofrendo apenas duas contra.

No primeiro set, o brasileiro liderou o placar o tempo todo, mas teve dificuldade em manter a vantagem. A primeira quebra veio no sexto game, com Paire devolvendo na sequência. No oitavo, Wild bateu o saque do rival novamente e sacou para fechar, mas perdeu três break-points no nono e foi quebrado de volta.

Depois de perder mais um set-point no décimo, desta vez no serviço do francês, Wild confirmou no 11º e buscou a quebra que definiu a parcial. Paire encarou 15-40 sacando em 5/6, até salvou o primeiro set-point, o quinto no total, mas no ponto seguinte o paranaense enfim conseguiu fechar.

Aproveitando o embalo, Wild chegou a faturar cinco games consecutivos, anotou quebra no segundo game do segundo set e depois salvou quatro break-points para fazer 3/0. Bastou então ao paranaense administrar a vantagem. Sem ceder novas oportunidades a Paire, ele foi confirmando até o final e garantiu a vitória por 2 a 0.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE