PLACAR

Vindo do quali, Tabilo conquista seu 1º título na ATP

Alejandro Tabilo (Foto: ASB Classic)

Auckland (Nova Zelândia) – O chileno Alejandro Tabilo fez história neste sábado ao conquistar o ATP 250 de Auckland. Na final, ele bateu o japonês Taro Daniel em sets diretos, com parciais de 6/2 e 7/5, se tornando o primeiro tenista de seu país a conquistar um título em quadra dura desde Fernando González em 2007 (Pequim).

“Sinceramente, parece surreal agora. Estou muito feliz, muito emocionado. Nunca pensei que estaríamos aqui na final”, comemorou Tabillo, que é agora o terceiro campeão chileno de simples em atividade no circuito, se juntando aos compatriotas Cristian Garin e Nicolas Jarry. Ele também é o primeiro jogador vindo do quali a conquistar um título desde Juan Manuel Cerúndolo em 2021 (Córdoba).

Com a conquista inédita, o canhoto de 26 anos vai ganhar 33 posições no ranking, subindo para a 49ª colocação. Será sua estreia no Top 50. Tabillo é o primeiro campeão inédito de 2014 e logo menos terá a companhia de Jiri Lehecka ou Jack Draper, que vão duelar por seu primeiro título na final de Adelaide.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

O chileno perdeu apenas um set nas seis vitórias que conquistou em Auckland, incluindo as duas no quali. Nas semifinais, ele derrotou o sexto cabeça de chave 6 e vice-campeão do Next Gen ATP Finals, o francês Arthur Fils, para avançar para sua segunda final de ATP, após o vice em Córdoba em 2022.

“Há dois anos, cheguei à final de Córdoba, mas o ano passado foi difícil. Estava subindo e tive uma pequena fratura por estresse no braço e precisei parar. Voltei, mas tive muitas lesões no ano passado. Agora com toda a equipe, com a recuperação, com a comida. Minha família me apoiando, minha namorada tem me ajudado muito mentalmente e meus amigos também”, falou Tabilo.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Refaelov
Refaelov
4 meses atrás

Muito bom ver um tenista sudaca q no final do ano passado msm estava aqui em Brasília jogando CHL(e copando tbm vindo do qualy!) levantando um troféu de ATP em quadra dura.. q sirva de incentivo aos demais pra saírem um pouco da zona de conforto(tanto com relação ao piso qnt em relação aos qualys de ATPs..)

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
4 meses atrás

Desde que passei a acompanhar o tênis no detalhe, em 1997, é o sexto chileno no TOP 50 ( os outros foram Marcelo Rios, Fernando González, Nicolas Massu, Christian Garin e Nicolas Jarry). É também o 14° tenista da geração 1997 no TOP 50. E mostra que dá para os brasileiros sonharem com TOP 50 e título de ATP ( falo de Wild e Monteiro, no momento).

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE